Marta levanta dúvida sobre participação na olimpíadas do Rio

"Não sei se vou estar bem fisicamente", disse a principal jogadora da Seleção Brasileira de Futebol.

A seleção de futebol feminino é uma das esperanças de medalha do Brasil nos Jogos de Londres, que acontecem entre 27 de julho e 8 de agosto. A busca pelo ouro inédito, no entanto, poderá ser a última oportunidade para a principal jogadora da equipe. Aos 26 anos, Marta já levanta dúvidas sobre a sua presença nas Olimpíadas do Rio, em 2016, principalmente por questões físicas.


Marta levanta dúvida sobre participação na olimpíadas do Rio

- Eu tenho mais uns anos para jogar. Só que eu não sei se vou estar bem fisicamente para jogar uma outra Olimpíada. O futebol feminino está evoluindo, e a gente tem que chegar bem. É uma coisa de se pensar. Daqui a quatro anos já parar e pensar em outra coisa - disse a atacante ao "SporTV News".

Marta está em sua segunda passagem pela Suécia, onde já defendeu o Umea (2004/2009) e agora veste a camisa do Tyreso. Nesta semana, a atacante voltou ao Brasil para se apresentar à seleção. No primeiro treinamento na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), a camisa 10 brincou sobre uma possível ausência também em Londres. Isso porque apenas 18 jogadoras serão escolhidas da pré-lista de 25 atletas divulgada pelo técnico Jorge Barcellos.

- Até eu não estou garantida. Vou ficar na Suécia torcendo para entrar na lista - disse a alagoana, bem-humorada.

Imaginar o Brasil sem Marta, porém, é quase impossível. Nos Jogos de Londres, ao menos, a "Rainha" é nome certo. Reflexo de seu currículo mais que vasto com a "amarelinha". Em seus dez anos de serviço à seleção, a atacante foi eleita cinco vezes consecutivas a melhor jogadora do mundo (perdeu o posto em 2011, para a japonesa Homare Sawa), conquistou as medalhas de ouro nos Jogos Pan-Americanos de 2003 (Santo Domingo) e 2007 (Rio). Nas Olimpíadas, foram duas pratas, em 2004 (Atenas) e 2008 (Pequim).

- É uma jogadora importantíssima. Nós sabemos que em uma lista de 18, é difícil deixar a melhor do mundo fora dessa lista. É uma brincadeira dela, saudável - apontou o treinador Barcellos.

Fonte: UOL