Massa deixa F-1 de lado e fala de vida pessoal

Dentre diversos assuntos, o brasileiro admitiu ter medo de altura e adorar futebol.

Na semana do GP do Brasil, o site oficial da Fórmula 1 divulgou uma entrevista com Felipe Massa na qual o piloto deixou a corrida um pouco de lado e falou sobre sua vida pessoal.

Dentre diversos assuntos, o brasileiro admitiu ter medo de altura e adorar futebol, até por isso seu herói de infância, além de seu pai, era o rei Pelé.

- Tenho medo de altura. Não em aviões, mas quando subo e olho para baixo é assustador. Bungee Jump é uma coisa que você nunca me verá fazendo - afirmou.

O gosto do brasileiro pelo futebol não é novidade, pois Massa já participou de várias partidas beneficentes com amigos.

- Fazer o trabalho que estamos fazendo é tão diferente a cada dia, que você se confronta com muitas novas situações que já é uma diversão. Em termos de hobbies, gosto de futebol. Se me perguntar o que prefiro, claro que é correr, mas futebol está perto - contou.

Sempre muito caseiro, Massa disse que a família é o que mais faz falta nos períodos em que está na estrada.

- Sinto falta da minha família e do meu filho. Eles me acompanham muitas vez, mas nem sempre e sinto um falta terrível deles - admitiu.

O piloto da Ferrari contou que o primeiro veículo que teve contato foi com uma moto, quando ainda era muito pequeno.

- Tive uma moto de 50cc quando tinha seis anos. Foi fantástico. Mas acho que não foi muito fantástico para minha mãe, porque eu era muito maluco com aquela máquina. Lembro-me de uma vez, fique com 35 arranhões no corpo. Acho que não fui o filho mais fácil - completou.

Fonte: Terra