Maurren e César Cielo são favoritos a título de melhores do ano em prêmio do COB

A eleição dos destaques do ano foi feita através de votação popular

Em ano de Olimpíadas, os favoritos ao título de melhores atleta do ano no Prêmio Brasil Olímpico 2008 brilharam como o ouro, conquistado nos Jogos de Pequim, em agosto. Únicos medalhistas dourados do Brasil na competição, o nadador César Cielo e a saltadora Maurren Maggi devem ser eleitos os melhores atletas do ano na premiação, que acontecerá na noite desta terça-feira no Teatro do Museu de Arte Moderna (MAM) do Rio de Janeiro.

A eleição dos destaques do ano, no masculino e no feminino, foi feita através de votação popular via internet, encerrada nesta segunda-feira. Os seis concorrentes foram decididos através de um colégio eleitoral escolhido pelo COB.

Além do medalhista brasileiro da natação, concorrem à eleição de destaque do ano o velejador Robert Scheidt, prata em Pequim, e o ginasta Diego Hypolito. Enquanto o primeiro corre por fora na disputa, o segundo é o grande ?azarão? da eleição. Uma das grandes esperanças de ouro, o atleta caiu durante sua apresentação e ficou longe do pódio.

- O ano foi do Cielo, não tem jeito. Nos outros anos, pedia às pessoas que votassem, mas nesse, ficou difícil ? admite Diego Hypolito, indicado pelo terceiro ano consecutivo ao prêmio.

Entre as mulheres, duas lutadoras que conquistaram a medalha de bronze em Pequim podem abocanhar a premiação. A primeira é a judoca Ketleyn Quadros, primeira mulher a subir em um pódio olímpico. A segunda é Natália Falavigna, do taekwondo, que já conquistou o título de melhor atleta do ano em 2005.

O evento desta terça-feira contará, ainda, com a premiação dos destaques de 2008 por modalidade, dos melhores técnicos do ano e dos melhores atletas paraolímpicos, entre outros.

Fonte: Globo Esporte