Schumacher pode ter filmado o próprio acidente com câmera no capacete, aponta investigação

Schumacher pode ter filmado o próprio acidente com câmera no capacete, aponta investigação

O filho de Michael Schumacher, Mick, de 14 anos, foi interrogado pela polícia nesta sexta-feira.

Uma novidade pode ajudar nas investigações sobre o acidente que deixou o heptacampeão da Fórmula 1 Michael Schumacher em estado grave e correndo risco de morte. Internado desde o último domingo, o alemão esquiava em Méribel, na França, quando caiu, foi resgatado e após duas cirurgias, está em coma induzido no Centro Hospitalar Universitário de Grenoble, também no país. De acordo com o jornal francês "Dauphiné Libéré", dados da investigação do acidente confirmam que Schumacher carregava uma câmera acoplada ao capacete no momento do acidente. A dúvida é se o equipamento funcionava na hora do acidente e se teria gravado a queda do heptacampeão mundial, que segundo o jornal alemão "Bild" teria caído após ajudar uma criança, filha de amigos do alemão, e que teria perdido o equilíbrio enquanto esquiava.

O filho de Michael Schumacher, Mick, de 14 anos, foi interrogado pela polícia nesta sexta-feira. O menino estava presente no momento do acidente do pai e pode ter informações importantes que ajudariam a descobrir os motivos da queda do heptacampeão mundial da Fórmula 1.

- Não podemos revelar detalhes de nada da investigação e nem falar com a imprensa, e sim apenas com a família - disse Quincy Patrick, um dos representantes e responsáveis pela investigação.

Schumacher completou 45 anos nesta sexta-feira, e recebeu diversas homenagens, da Ferrari, equipe onde conquistou cinco dos sete títulos da Fórmula 1, dos fãs, que cercaram o hospital em Grenoble, na França, e ao redor do mundo, com mensagens de ex-pilotos e personalidades.

Fonte: Globo Esporte