Michael Schumacher teria feito testamento tpara dividir R$ 2,4 bilhões

Lenda do automobilismo mundial estaria com bens previamente divididos entre esposa e filhos

De acordo com publicação do site inglês Dailymail, o ex-piloto da Fórmula 1 Michael Schumacher, que segue internado em coma após bater com a cabeça enquanto esquiava, teria feito testamento apenas três anos antes do acidente para dividir sua herança.

A fortuna, estimada em R$ 2,4 bilhões (750 milhões de euros), já estaria destinada e repartida, em caso de morte do alemão, entre sua esposa e dois filhos de acordo com o documento assinado em 2010.

Na ocasião da formulação do documento, o heptacampeão da principal categoria do automobilismo mundial teria dito a uma revista alemã que o testamento seria uma prevenção ?menos sobre a Fórmula 1, mas por causa das coisas que podem acontecer na vida cotidiana".

Ainda em estado grave, Schumacher, de 45 anos, está internado no Hospital da Universidade de Grenoble desde o dia 29 de dezembro, quando bateu com a cabeça em uma pedra durante uma descida com esqui de uma montanha nevada.

Os investigadores ainda trabalham para saber se o ex-piloto estava em velocidade elevada e se a pista contava com sinalização adequada em todo o seu trajeto.

Fonte: R7, www.r7.com