Morre campeão pan-americano e ex-ciclista Anésio Argenton

Desde 1998, o ex-ciclista batiza o Troféu Anésio Argenton, tradicional prova realizada em Araraquara.

Foi enterrado na última terça-feira, em Araraquara (SP), o corpo do ex-ciclista Anésio Argenton, primeiro e único brasileiro a faturar uma medalha de ouro na modalidade em Jogos Pan-Americanos. Anésio, 80 anos, foi vítima de complicações pós-cirúrgicas decorrentes da retirada de um tumor intestinal.

O ex-atleta já lutava contra o problema há oito anos. Além do feito pioneiro no Pan, registrado nos Jogos de Chicago, em 1959, Anésio detém também o melhor resultado de um ciclista brasileiro brasileiro em Olimpíada, graças ao quinto lugar na prova de velocidade individual e o sétimo posto na prova do km contra o relógio durante os nos Jogos de Roma, em 1960.

Desde 1998, o ex-ciclista batiza o Troféu Anésio Argenton, tradicional prova realizada em Araraquara, religiosamente no mês de agosto, em comemoração ao aniversário da cidade.

Fonte: Terra