Mourinho afirma que foi convidado a "limpar" Real, mas clube nega

Intenção do clube seria tirar Pepe, Marcelo, Casillas e Ramos

O diário inglês "Daily Mail" divulgou um trecho do livro "Up Close and Personal" do jornalista Robert Beasley com declarações de José Mourinho: o português afirma ter sido convidado pelo presidente Florentino Pérez para voltar ao Real Madrid antes da chegada de Rafa Benítez, no ano passado, com a missão de "limpar" o elenco do clube e tirar nomes como Marcelo, Pepe, Sergio Ramos e Casillas. Porém, segundo o jornal "Marca", a diretoria negou que esta proposta tenha sido feita.

"O presidente tem apreço por mim e queria que eu voltasse e fizesse uma limpeza tirando gente de m... como Pepe, Casillas, Ramos, Marcelo... Mas disse que já era tarde demais", disse Mou no livro.

Após a divulgação do "Daily Mail", o "Marca" publicou uma nota com um desmentido do Real Madrid sobre o episódio. "É extremamente falso", disse um representante do clube ao diário espanhol. O jornal lembra ainda que Marcelo, Ramos e Pepe renovaram seus contratos, Casillas trocou o time pelo Porto.

Rafa Benítez substituiu Carlo Ancelotti, mas foi demitido e Zidane acabou levando a equipe ao título da Liga dos Campeões. No livro, Mourinho também falou sobre as outras opções de Florentino após a saída do italiano:

"O presidente pensa em Zidane por seu nome e status, mas não fez nada no Castilla (time B do Real) e tinha medo de assumir esse risco. Klopp é o único que pode levar. Rafa, de maneira nenhuma!" disse o português, mas Benítez acabou sendo o escolhido para ocupar o cargo.


José Mourinho (Crédito: Reprodução)
José Mourinho (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do GloboEsporte.com