Mourinho e Leonardo cogitam trocar Kaká por Maicon, diz jornal

Mourinho e Leonardo cogitam trocar Kaká por Maicon, diz jornal

Em época de especulações na Europa, dois brasileiros tiveram seus nomes envolvidos em possíveis transferências para a próxima temporada

Em época de especulações na Europa, dois brasileiros tiveram seus nomes envolvidos em possíveis transferências para a próxima temporada. De acordo com o jornal italiano ?La Gazzetta dello Sport?, os técnicos Leonardo, do Inter de Milão, e José Mourinho, do Real Madrid, estariam conversando sobre a possibilidade de uma troca envolvendo Maicon e Kaká.

- Leo e Mourinho conversaram e tiveram a ideia de troca, uma hipótese que contentaria a todos, aos técnicos e aos clubes ? afirma o diário esportivo.

O jornal afirma que Mourinho já estava de olho no lateral-direito Maicon há tempos, mas destaca que esse interesse aumentou nas últimas semanas. Segundo "La Gazzetta", o técnico do Real precisa de um reforço na defesa do time para a próxima temporada do Campeonato Espanhol. A primeira opção, o português Fabio Coentrão, "não entusiasma" o presidente do clube, Florentino Pérez, pois o Benfica pede 35 milhões de euros pelo passe do jogador.

O jornal diz que a conversa entre Leonardo e Mourinho foi há dois dias. Embora explique que os dois técnicos se falem com frequência desde dezembro de 2010, "La Gazzetta" ressalta que "dessa vez é decididamente diferente, mais importante que as outras, porque envolve uma operação de mercado".

O periódico "La Repubblica" também comenta o interesse do Inter e do Real em trocar os dois jogadores. Mas, de acordo com o jornal, o clube espanhol avalia o passe de Kaká em 40 milhões de euros, enquanto o italiano estima Maicon pela metade, ou seja, 20 milhões de euros.

- A operação (para comprar Kaká) pode ser fechada com Maicon e com mais 20 milhões ? diz o "La Repubblica", acrescentando que a última palavra nesta negociação é do meia-atacante brasileiro.

O "La Gazzetta dello Sport" também considera que a operação entre as duas equipes pode ser dificultada pelo fato de Kaká ser um assumido torcedor do maior rival do Inter, o Milan, clube onde jogou entre 2003 e 2009. O jornal lembra ainda que Florentino Pérez continua considerando o meia-atacante como "a pérola" de sua segunda fase como presidente do Real Madrid. Além disso, Kaká já disse muitas vezes que "não deixará o clube antes de se transformar em campeão (do Campeonato Espanhol)".

Fonte: GloboEspote, www.globoesporte.com