Muricy Ramalho fica indignado após ser atingido por uma pedra

Ainda no gramado, Muricy se mostrou indignado com a agressão e descrente sobre qualquer punição a ser aplicada ao Cerro Porteño.

Mesmo com a classificação da Libertadores com o empate por 3 a 3 com o Cerro Porteño, o técnico Muricy Ramalho estava nervoso após a partida. Não era para menos: ele foi atingido por uma pedra atirada das arquibancadas do estádio La Olla, em Assunção.

Ainda no gramado, Muricy se mostrou indignado com a agressão e descrente sobre qualquer punição a ser aplicada ao Cerro Porteño.

- Quase perdi a vista, mas não vai acontecer nada. Está tudo certo.

Durante o jogo, o treinador santista chegou a discutir com um jogador do Cerro Porteño que duvidou da agressão sofrida por Muricy.

O técnico ainda ressaltou a superioridade do Peixe sobre o rival, mas mostrou insatisfação com Edu Dracena, expulso nos acréscimos do segundo tempo.

- Acho que o Santos mereceu, foi melhor time. Pena que o Edu perdeu a cabeça no final.



Após levar a pedrada, Muricy Ramalho se queixou de dor de cabeça e não deu a sua habitual entrevista coletiva pós jogo na sala de imprensa.

Fonte: R7, www.r7.com