Muricy Ramalho não é mais técnico do São Paulo

Muricy Ramalho não é mais técnico do São Paulo

Em nota oficial, o treinador comunicou que a decisão foi um acordo com a diretoria e que agora aproveitará o tempo livre para cuidar de sua saúde.

Muricy Ramalho não é mais o técnico do São Paulo . Depois de uma campanha irregular na Copa Libertadores, somada à derrota para o Botafogo-SP no último domingo, pelo Campeonato Paulista , o técnico não aguentou a pressão e acabou deixando o Morumbi. Em nota oficial, o treinador comunicou que a decisão foi um acordo com a diretoria e que agora aproveitará o tempo livre para cuidar de sua saúde.

"O presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, o vice-presidente de Futebol, Ataíde Gil Guerreiro, e eu nos reunimos agora à tarde e decidimos pela minha saída do clube. Estou com problemas de saúde, devo fazer uma cirurgia na próxima semana e preciso desse tempo que o São Paulo não tem no momento. Quero agradecer ao presidente, aos jogadores, os funcionários do clube, os meus companheiros de comissão técnica e, principalmente, aos torcedores que entendem esse meu momento. Preciso nesse momento dos devidos cuidados com a minha saúde. Não é um adeus, é um até breve pela relação que tenho com o São Paulo Futebol Clube. Desejo muito sorte a todos”, explicou Muricy Ramalho em uma nota oficial.

 No mês passado, Muricy já havia revelado que daria uma pausa na carreira no final da temporada 2015.  Em entrevista ao jornal Diário de S. Paulo, ele indicou que pararia por no mínimo três meses para descansar, ficar com a família e cuidar da saúde. Mas que não irá se aposentar.

Depois da derrota do último domingo, Muricy já dava declarações em que deixava claro não aguentar mais a pressão dos próprios corredores do Morumbi, além de seus problemas de saúde. "Está difícil. A gente se sente envergonhado. Quando se está em um momento ruim, fica de cabeça baixa. A gente tem que jogar mais do que a gente está jogando. Estamos jogando muito pouco, tem que lutar mais. Já estou bem arrebentado com minha saúde, não aguento mais. Mas, com certeza, a gente tem que vibrar um pouco mais. Lutar, jogador até tem dificuldade quando está sem confiança, mas a gente tem que jogar um pouco mais", disse, ao final do revés por 2 a 0.

A decisão desta segunda-feira tem muito a ver com os constantes problemas de saúde vividos por Muricy Ramalho nos últimos anos. Em 2009, o treinador foi constatado com pedras no rim e acabou hospitalizado logo após um jogo do São Paulo diante do Corinthians. Em 2011, já no Santos, o comandante teve hérnia de disco, e, em abril de 2013, ficou dez dias afastado do clube alvinegro por diverticulite. O técnico ainda deu um susto nos tricolores no ano passado, após ter arritma cardíaca, e há dois meses, quando novamente protagonizou crise de diverticulite.

 

Fonte: Terra