Musa paraguaia se encanta com estilo dos homens brasileiros: ‘São atléticos’

Musa paraguaia se encanta com estilo dos homens brasileiros: ‘São atléticos’

Após fim de semana no Rio, Leryn Franco demonstra empatia com o jeito carioca de ser.

Beleza, sensualidade, simpatia e carisma. O conjunto faz da paraguaia Leryn Franco uma das maiores celebridades do mundo esportivo na atualidade. Aos 30 anos, a atleta do lançamento de dardo causou um alvoroço por onde passou em seus três dias de estadia no Rio de Janeiro. Solteira, bem sucedida e cobiçada, Leryn revelou, em entrevista, o ?caminho das pedras? para conquistar o seu coração. Pelo teor da conversa, a bela de 1,74m gostou do estilo dos brasileiros, em especial dos cariocas.

- Os brasileiros, em especial os cariocas, têm um estilo esportivo, atlético. É parte da cultura daqui. Estive na Lapa na sexta-feira à noite e vi o quanto a noite brasileira é divertida. Os homens vêm conversar e conseguem te puxar para dançar no mesmo tempo. Muitos homens vieram tirar fotos comigo, mesmo estando acompanhados. Eles pediam e as esposas ou namoradas deixavam. A mulher carioca é muito segura, isso é bom e até me impressionou ? afirmou a atleta.

Apesar do encantamento com o estilo dos brasileiros, Leryn revelou ser exigente em seu padrão de beleza. Dona de curvas estonteantes, ela tentou descrever o seu ?príncipe encantado?.

- Primeiro analiso o aspecto físico. Prefiro os homens altos, de porte atlético. Só que eu também analiso a inteligência. Não adianta a pessoa ser só bonita por fora. O ideal é ter uma equivalência entre essas duas qualidades. Gosto também de pessoas seguras, que me passem confiança - comentou.

Única atleta paraguaia a participar de três Olimpíadas (2004, 2008 e 2012), Leryn Franco contou que a rotina puxada é um empecilho para priorizar a busca por um relacionamento sério. Além de atleta, a musa paraguaia atua como modelo profissional e tem ainda um programa de TV em seu país.


Musa paraguaia se encanta com estilo dos homens brasileiros: â??São atléticosâ??

- No momento, encontrar um namorado não é a minha prioridade, embora isso possa acontecer quando a gente menos espera. Minhas prioridades são a carreira esportiva e os demais compromissos profissionais. Tenho uma rotina puxada de treinamentos e viagens. Um dia estou em um país e no outro estou em um lugar diferente. Para mim, amor é muito importante, mas sei que não é fácil encontrar alguém que me acompanhe - destacou.

Leryn chegou ao Rio na sexta, quando participou de um ensaio sensual para uma revista masculina. À noite, a musa do lançamento de dardo foi à Lapa, bairro boêmio do Rio, onde curtiu a noite em uma boate, acompanhada de amigos e de toda a sua equipe de apoio.

No sábado, a atleta visitou o Pão de Açúcar, na Urca, pela manhã e aproveitou a tarde com um banho de mar e vôlei na Praia do Leblon (apesar de ter confundido o local com a Praia de Copacabana), antes do seu principal compromisso no Rio. À noite, a musa foi à Marquês de Sapucaí acompanhar o desfile das escolas de samba campeãs do carnaval carioca.

- Carnaval é algo alucinante e impressionante. É uma sintonia mágica entre as pessoas, o desfile e a música. É uma arte ? disse, antes de tomar o rumo do Sambódromo.

Apesar de ter outras cinco passagens pelo Rio de Janeiro, Leryn só pode ter mais contato com a cultura carioca neste fim de semana, já que esta foi a primeira vez que a musa esteve na Cidade Maravilhosa a lazer. Amante de uma boa comida, ela viu semelhanças entre as culinárias paraguaia e brasileira.

- Como Brasil e Paraguai são países vizinhos, temos muita coisa em comum e algumas outras diferentes. Somos muito parecidos na comida. Aqui, como no Paraguai, se come muito bem ? elogiou.


Musa paraguaia se encanta com estilo dos homens brasileiros: â??São atléticosâ??

A musa ressaltou também um outro aspecto positivo observado nos brasileiros. Hospedada em um hotel na orla do Leblon, ela ficou impressionada da maneira como o carioca está sempre praticando esportes e atividades físicas.

- O Rio é uma cidade muito linda e que tem um estilo esportivo de se viver. Em qualquer lugar que você vai, você encontra alguém praticando algum esporte, se exercitando ou andando de bicicleta. Isso é fantástico ? reforçou.

Sentindo-se extremamente identificada com a cidade, Leryn disse que pretende voltar outras vezes. Em especial em 2016, para as Olimpíadas do Rio de Janeiro. Ela tentará a classificação para a sua quarta participação nos Jogos.

- Adoraria contar com a torcida dos brasileiros, caso eu esteja aqui em 2016. Em 2007, no Pan, muitos brasileiros torceram por mim, o que foi muito gratificante. Os fãs do Brasil estão sempre falando comigo no Twitter e tenho uma identificação enorme com o país. Posso dizer que é um amor recíproco - acrescentou.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com