Na bola parada, o Flamengo faz 3 gols e mantém o Internacional longe dos líderes no Brasileirão

Na bola parada, o Flamengo faz 3 gols e mantém o Internacional longe dos líderes no Brasileirão

Na bola parada, Fla faz 3 e mantém Inter longe dos líderes

Com uma ótima atuação na marcação e muita eficiência na bola parada, o Flamengo venceu o Internacional por 3 a 0 neste sábado, no Engenhão, e se manteve invicto com o técnico Vanderlei Luxemburgo no Campeonato Brasileiro. Deivid (duas vezes) e Renato Abreu marcaram os gols que deixaram a equipe colorada longe da disputa pelo título.

Com o resultado, o time rubro-negro chegou a 37 pontos e já está oito à frente da zona do rebaixamento. Já os gaúchos, que perderam a quarta partida seguida fora de casa, pararam nos 47 e perderam a chance de terminar o dia na terceira colocação. O líder é o Cruzeiro, com 54 pontos.

Com uma linha de três meias formada por D"Alessandro, Tinga e Giuliano, o Inter tentava manter a posse de bola no centro do campo, mas sofria com a boa marcação rubro-negra. O time carioca começou a partida pressionando a saída de bola gaúcha e dificultou a criação de chances claras de gol nos primeiros minutos.

Com o jogo travado, o placar só foi aberto na bola parada. Aos 12min, Juan levantou a bola na área e Índio empurrou Deivid; o árbitro viu pênalti e marcou. O próprio Deivid foi para a cobrança e chutou forte no meio do gol para balançar as redes.

Na frente no placar, o Flamengo recuou e passou a apostar ainda mais na marcação, com os quatro meio-campistas recuando para ajudar. O Inter tocava a bola, mas tinha dificuldades para encostar em Alecsandro na frente e não conseguia furar a linha defensiva do time da casa.

Apesar de ter menos posse de bola, os cariocas eram mais perigosos no contragolpe. Aos 25min, Diego Maurício escapou pela direita e bateu longe do alvo. Aos 33min, Juan cruzou da esquerda, Índio falhou ao tentar o corte e Deivid, no susto, desviou para fora.

Apático em campo, o Inter só foi chegar com perigo aos 37min, quando Giuliano cruzou na área e Nei cabeceou para fora. No minuto seguinte, porém, o Flamengo ampliou, de novo na bola parada. Renato Abreu cobrou falta da intermediária e acertou um chute de muita força no canto inferior esquerdo de Renan, marcando um golaço.

Logo na volta para a segunda etapa, Deivid teve a chance de marcar o terceiro após receber passe na área e ficar frente a frente com Renan, mas demorou para chutar e o goleiro colorado fechou bem o ângulo. Entretanto, na cobrança do escanteio, Deivid apareceu bem na primeira trave e cabeceou com estilo, aumentando a vantagem flamenguista para 3 a 0.

O Flamengo melhorou sua marcação na segunda etapa, alternando entre momentos de pressão à saída do Inter e fechamento de espaços à frente da área. Sem inspiração, os gaúchos não conseguiam criar oportunidades. Aos 17min, Kleberson desceu bem pela direita e acertou chute forte na trave.

Deivid quase marcou seu terceiro gol da noite aos 28min, em nova cabeçada perigosa que saiu por cima da meta de Renan. O goleiro rubro-negro Marcelo Lomba só foi trabalhar aos 41min, em cobrança de falta de Andrezinho espalmada para o lado. Com uma atuação sofrível, o Internacional não esboçou reação até o apito final.

Fonte: Terra, www.terra.com.br