Na estreia de Felipão, Inter vence Grêmio e é vice-líder

Na estreia de Felipão, Inter vence Grêmio e é vice-líder

Com gols de Aránguiz e Cláudio Winck, a equipe comandada por Abel Braga conquistou a quarta vitória seguida na competição

Para alegria dos colorados que encheram o Beira-Rio, neste domingo, o Internacional estragou a estreia de Luiz Felipe Scolari pelo Grêmio, venceu por 2 a 0 e assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro. Com gols de Aránguiz e Cláudio Winck, a equipe comandada por Abel Braga conquistou a quarta vitória seguida na competição, enquanto os rivais amargaram o terceiro revés seguido.

Com o resultado, o Internacional assume a vice-liderança do torneio, agora com 28 pontos, dois de distância do líder Cruzeiro, que tropeçou neste sábado contra o Criciúma. Já o Grêmio sofre sua terceira derrota seguida, e segue estacionado no meio da tabela, em 11º, com 19 pontos.

Na próxima rodada, o Internacional visita o Goiás, sábado (16), no Serra Dourada, enquanto o Grêmio recebe o Criciúma, domingo (17), na Arena em Porto Alegre.

Começo tenso e poucas chances de gol

O Gre-Nal começou como de costume: marcação forte, faltas e confusão. O árbitro Anderson Daronco precisou de apenas nove segundos para apitar a primeira infração, em cima de D'Alessandro. Antes do relógio marcar um minuto, Rodriguinho acertou uma rasteira forte em Willians e os jogadores trocaram o primeiro empurra-empurra do clássico.

Foram poucas oportunidades de gol na etapa inicial. A primeira finalização veio apenas aos 18min, quando Pará arriscou de fora da área e exigiu boa defesa de Dida. O Inter chegou apenas uma vez, aos 28min. Alex avançou pela direita e arriscou o chute, mas a bola foi fraca, nas mãos de Marcelo Grohe.

A melhor chance foi do Grêmio, criada já no fim, aos 37min. Giuliano recebeu pela direita, que encontrou Dudu sozinho na grande área. O atacante, porém, escorrega na hora de finalizar e manda por cima, desperdiçando ótima oportunidade.

Felipão muda, mas time não melhora

Na volta do intervalo, Felipão apostou em uma mudança tática na equipe. O técnico gremista colocou o atacante Fernandinho no lugar do meia Rodriguinho, saindo do tradicional 4-4-2, para 4-3-3. Com a alteração, os visitantes passaram a atuar com Barcos centralizado, Fernandinho pela esquerda e Dudu pela direita.

Apesar da alteração, o Grêmio não conseguiu evoluir no sistema ofensivo e viu o Internacional dominar e abrir o placar na etapa final. Aos 17min, Alex abriu para Fabrício na esquerda, que cruzou na primeira trave. O chileno Aránguiz acertou uma cabeçada no alto e estufou a rede do Beira-Rio.

O Grêmio tentou pressionar para empatar a partida, mas, com mais objetividade, o Internacional foi superior, aproveitou os contra-ataques e matou o jogo. Aos 39min, D'Alessandro lançou na entrada de área. Cláudio Winck deu belo drible em Pará e bateu por baixo de Grohe para marcar o segundo e decretar a vitória colorada no Beira-Rio.

FICHA TÉCNICA INTERNACIONAL 2 x 0 GRÊMIO

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS) Data: 10 de agosto de 2014, domingo Horário: 16h (de Brasília) Árbitro: Anderson Daronco (RS) Assistentes: Marcelo Barison (RS) e Rafael Alves (RS) Cartão amarelo: Alex, Cláudio Winck e Wellington Paulista (Internacional); Rodriguinho, Marcelo Grohe, Fellipe Bastos, Ramiro e Pará (Grêmio) Público: 37.222 Renda: R$ 1.572.200,00

Gols: (Internacional) Aránguiz, aos 16, e Cláudio Winck, aos 38 minutos do segundo tempo

INTERNACIONAL: Dida; Wellington Silva (Cláudio Winck), Ernando, Juan e Fabrício; Willians (Ygor), Wellington, Aránguiz, Alex e D’Alessandro; Rafael Moura (Wellington Paulista) Técnico: Abel Braga

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Ramiro, Werley, Rhodolfo e Pará; Walace, Fellipe Bastos, Giuliano (Alán Ruiz) e Rodriguinho (Fernandinho); Dudu (Luan) e Barcos. Técnico: Luiz Felipe Scolari

Fonte: Terra