Na festa dos melhores, Conca e Corinthians dominam premiação do Brasileiro; veja a seleção

Na festa dos melhores, Conca e Corinthians dominam premiação do Brasileiro; veja a seleção

Conca e Corinthians dominam premiação do Brasileiro

Principal jogador do Fluminense que conquistou o Campeonato Brasileiro, o meia Dario Conca dominou a premiação do Craque do Brasileirão, evento promovido nesta segunda-feira pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), no Rio de Janeiro, sendo escolhido o melhor jogador da competição. O argentino ainda foi escolhido o principal meia e o "craque da galera" - o Flu também venceu com Mariano como lateral direito. Terceiro colocado do Brasileiro, o Corinthians venceu quatro prêmios, escalando três atletas na seleção da competição.

A premiação começou com uma apresentação artística com dança e música tipicamente brasileiras, tendo como intenção homenagear os campeões da Copa do Mundo de 1970, o tri da Seleção, que completou 40 anos em 2010. Em seguida, o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, foi ao palco sob algumas vaias para um discurso sobre as mudanças recentes no futebol.

O primeiro prêmio a ser anunciado foi o de melhor goleiro, que ficou com Fábio, do Cruzeiro. O gremista Victor, titular da Seleção Brasileira com Mano Menezes, foi escolhido segundo melhor da posição no Brasileiro, com Jefferson em terceiro.

Em seguida, o campeão Fluminense conseguiu seu primeiro prêmio da noite. Mariano foi eleito melhor lateral direito, superando Léo Moura, do Flamengo, e Jonathan, do Cruzeiro, que respectivamente ficaram com a prata e o bronze.

A dupla de zagueiros foi formada com surpresas. O vascaíno Dedé, que figurou em três indicações, venceu como zagueiro pela direita, deixando para trás Alex Silva e Chicão com a segunda e a terceira posição. Como defensor pela direita, uma "zebra". Miranda, que fez ano irregular com o São Paulo, conquistou o prêmio, superando Réver e Leandro Euzébio. Na plateia, torcedores do Fluminense reclamaram das escolhas.

Para a lateral esquerda, não houve surpresas. Roberto Carlos iniciou a noite corintiana "derrotando" Kléber e Diego Renan. Seguindo a festa do clube alvinegro, a dupla de volantes do Parque São Jorge foi premiada. Jucilei e Elias levaram o prêmio respectivamente de melhor primeiro e segundo volante.

A criação do time dos melhores do Brasileiro veio com a Argentina. Montillo, do Cruzeiro, conquistou o posto de meia pela direita, enquanto Conca, principal jogador do Fluminense, subiu ao palco para ficar com o ouro do armador canhoto. Foi a segunda vez que o meio-campista subiu ao palco, uma vez que participou de apresentação com o mágico Issao Imamura.

Após apresentação do comediante Marcelo Adnet, que arrancou risadas de espectadores ilustres como o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-presidente da Fifa João Havelange, os árbitros foram os premiados. Juiz do polêmico jogo entre Corinthians e Cruzeiro, vencido pelos paulistas, Sandro Meira Ricci foi o escolhido, o que motivou vaias da plateia.

O Coritiba foi o próximo laureado, erguendo a taça da Série B. Foi a vez então de o ministro dos Esportes, Orlando Silva, subir ao palco para homenagear o Bahia com o troféu "Torcida de Ouro", por ter levado mais de 400 mil torcedores aos estádios na campanha da segunda divisão, que culminou com o acesso à primeira divisão.

Seguindo para o ataque, não ocorreu novidades. Artilheiro do Brasileiro, o gremista Jonas venceu o ouro entre os centroavantes. Já o prêmio de melhor segundo atacante ficou com o astro Neymar, do Santos.

Os treinadores foram os próximos premiados. Campeão brasileiro, Muricy levou o terceiro prêmio para o Fluminense. Cuca ficou com o vice, assim como no torneio nacional, enquanto Renato Gaúcho, que fez grande campanha no Grêmio, levou o bronze.

Ney Franco subiu ao palco na sequência para entregar o prêmio de revelação para Bruno César, dando o quarto troféu ao Corinthians. O meia, porém, não venceu o troféu de "Craque da Galera", que ficou com Conca pelo segundo ano consecutivo. É o terceiro ano seguido que o Fluminense vence esta taça, já que em 2008 Thiago Silva foi o escolhido.

Antes do anúncio de melhor jogador do torneio, a Seleção de 1970 recebeu nova homenagem, com alguns dos ex-jogadores que fizeram parte da mítica equipe, além do técnico Mario Jorge Lobo Zagallo. João Havelange foi o responsável de apresentar a honra.

Outro vencedor de Copa do Mundo foi ao palco na sequência. Ronaldo recebeu a homenagem especial da noite. Emocionado, o atacante agradeceu o tributo, lembrando todos os anos em que atuou pela Seleção Brasileira. Ele ainda parabenizou o Flu pelo título nacional conquistado no último domingo.

E o Fluminense voltou ao palco pela penúltima vez na noite. O ultimo prêmio foi entregue a Conca, escolhido melhor jogador do torneio. O meia ficou emocionado com a escolha, seu terceiro prêmio.

Antes do término da premiação, o Corinthians recebeu uma homenagem por seus 100 anos. Uma placa foi entregue ao presidente do clube, Andrés Sanchez, por Lula. O momento foi recheado de provocações da plateia, que gritou "sem ter nada" para provocar a ausência de títulos em 2010.

A noite foi encerrada com o elenco do Fluminense subindo ao palco para enfim erguer o troféu do Campeonato Brasileiro. Liderados por Fred, os jogadores comemoram bastante enquanto eram aplaudidos efusivamente pela plateia presente.

Confira os vencedores do prêmio Craque do Brasileirão:

Goleiro:

Ouro: Fábio - Cruzeiro

Prata: Victor - Grêmio

Bronze: Jefferson - Botafogo

Lateral direito:

Ouro: Mariano - Fluminense

Prata: Léo Moura - Flamengo

Bronze: Jonathan - Cruzeiro

Zagueiro pela direita:

Ouro: Dedé - Vasco

Prata: Alex Silva - São Paulo

Bronze: Chicão - Corinthians

Zagueiro pela esquerda:

Ouro: Miranda - São Paulo

Prata: Réver - Atlético-MG

Bronze: Leandro Euzébio - Fluminense

Lateral esquerdo:

Ouro: Roberto Carlos - Corinthians

Prata: Kléber - Internacional

Bronze: Diego Renan - Cruzeiro

Primeiro volante:

Ouro: Jucilei - Corinthians

Prata: Fabrício - Cruzeiro

Bronze: Willians - Flamengo

Segundo volante:

Ouro: Elias - Corinthians

Prata: Arouca - Santos

Bronze: Marcos Assunção - Palmeiras

Meia pela direita:

Ouro: Montillo - Cruzeiro

Prata: D"Alessandro - Internacional

Bronze: Paulo Baier - Atlético-PR

Meia pela esquerda:

Ouro: Conca - Fluminense

Prata: Bruno César - Corinthians

Bronze: Douglas - Grêmio

Primeiro atacante:

Ouro: Jonas - Grêmio

Prata: Thiago Ribeiro - Cruzeiro

Bronze: Éder Luis - Vasco

Segundo atacante:

Ouro: Neymar - Santos

Prata: Kleber - Palmeiras

Bronze: Loco Abreu - Botafogo

Técnico:

Ouro: Muricy Ramalho - Fluminense

Prata: Cuca - Cruzeiro

Bronze: Renato Gaúcho - Grêmio

Revelação:

Bruno César - Corinthians

Árbitro:

Ouro: Sandro Meira Ricci

Prata: Carlos Eugênio Simon

Bronze: Paulo César de Oliveira

Craque da Galera:

Conca - Fluminense

Craque do Brasileirão:

Conca - Fluminense

Fonte: Terra, www.terra.com.br