Na volta dos titulares, Corinthians vira e vence Mogi Mirim por 2 a 1

Na volta dos titulares, Corinthians vira e vence Mogi Mirim por 2 a 1

A derrota foi a primeira do Mogi, que protestou muito contra a arbitragem no decorrer da partida

A torcida do Corinthians, enfim, pôde se reencontrar com os jogadores que conquistaram o Mundial de Clubes da Fifa em 2012. Nesta quarta-feira, em jogo no Estádio do Pacaembu pela quarta rodada do Campeonato Paulista, o técnico Tite voltou a mandar a campo seus titulares, que não decepcionaram: diante do Mogi Mirim, venceram de virada por 2 a 1 e conquistaram a segunda vitória corintiana consecutiva na competição.

Sem contar com o goleiro Cássio e com o zagueiro Chicão, entregues ao departamento médico, o time mostrou muita falta de ritmo nos primeiros minutos, justamente quando o Mogi abriu o placar. No entanto, a partir do momento em que o lado direito retomou o entrosamento, graças à ligação entre Alessandro, Paulinho e Jorge Henrique, o Corinthians mostrou outra dinâmica de jogo e passou a atacar o goleiro Daniel.

A derrota foi a primeira do Mogi, que protestou muito contra a arbitragem no decorrer da partida ? a equipe teve dois jogadores expulsos na partida, um em cada tempo. Agora, os dois times empatam com sete pontos, contabilizando duas vitórias, um empate e uma derrota cada um nos quatro primeiros jogos da competição.

Em um jogo de pouca inspiração nos minutos iniciais, foi o Mogi Mirim quem primeiro deixou de lado os passes no meio de campo para entrar com a bola na área com sucesso. Aos 10min, Roniery passou em profundidade na direita para Carlos Alberto, que cruzou rasteiro para a área ? Henrique se antecipou ao zagueiro Gil e desviou para as redes, fazendo 1 a 0.

Com um jogo truncado, acusando a falta de ritmo, o Corinthians tentava criar pelos lados, mas parando principalmente na marcação pela direita sobre Paulinho e Jorge Henrique. Aos 22min, na primeira boa chance alvinegra, Guerrero recebeu na direita, partiu em direção à área e chutou cruzado, mas mandou sem sustos para fora. Depois, aos 30min, a zaga do Mogi não conseguiu afastar e o camisa 9 chutou, mas a bola desviou e foi para fora.

Foi só a partir das jogadas individuais, especialmente com o lateral Alessandro subindo para reforçar o setor de Paulinho e Jorge Henrique, que o Corinthians passou a incomodar o goleiro Daniel ? como no chute de Emerson aos 32min pela direita, que o goleiro defendeu em dois tempos. Aos 36min, Ralf teve a chance da entrada da área, mas isolou. Aos 41min, Emerson arriscou de novo, mas a bola desviou e também saiu.

No fim do primeiro tempo, porém, o Mogi perdeu o atacante Henrique, que tomou o segundo amarelo por falta sobre Alessandro. Com um a menos no ataque, o time do interior sentiu imediatamente na defesa: após cruzamento de Emerson pela direita aos 43min, Jorge Henrique se antecipou e desviou para as redes, empatando o jogo.

Após o intervalo, não demorou para que o time chegasse à virada. Aos 6min, o lateral Piauí dividiu com Jorge Henrique na área e o árbitro marcou pênalti ? Fábio Santos cobrou e fez. Para piorar a situação dos visitantes, Val cometeu falta sobre Fábio Santos aos 20min e também recebeu o segundo cartão amarelo.

Tranquilo com a vantagem numérica, o Corinthians permitiu que o Mogi voltasse a tentar chegar, mas o chute de Waguininho aos 28min não assustou Danilo Fernandes. O técnico Tite, então, passou a fazer substituições para descansar seus titulares. Jorge Henrique deu lugar a Romarinho, enquanto Douglas substituiu Emerson. Renato Augusto também veio ao jogo, na vaga de Danilo.

Os dois times voltam a entrar em campo agora pelo Campeonato Paulista no domingo, quando realizam seus jogos pela quinta rodada. Às 17h, o Corinthians hospeda o Oeste de Itápolis também no Estádio do Pacaembu. Mais tarde, às 19h30, o Mogi Mirim recebe o Bragantino.

Fonte: Terra