Nelsinho recusa convite e dá adeus à Fórmula 1

Nelsinho recusa convite e dá adeus à Fórmula 1

Nelsinho dificilmente volta para a F1. Dois anos após o episódio da armação

A história de que a Virgin vai continuar em 2011 com a dupla que iniciou seu projeto na F1 ? Timo Glock e Lucas Di Grassi ? tem um apêndice. Nelsinho Piquet recebeu um convite de John Booth, chefe da equipe desde os tempos de Manor, no fim do mês passado para que o brasileiro integrasse a equipe no ano que vem.

O brasileiro confirmou o interesse da Virgin em entrevista exclusiva à Revista WARM UP (clique ao lado para acessar). Agradecido, Nelsinho recusou. "Eu não quero mais dor de cabeça. Eu quero ficar aqui", declarou o piloto, que vive em Miami e concentra seus esforços para a disputa da temporada da Truck Series em 2011.

Ainda em relação à F1, Piquet também ratificou a informação do Grande Prêmio e da Warm Up de que a Cypher ? o misterioso grupo americano cujo projeto era encabeçado por Steve Brown ? queria seus serviços. Foi uma nova negativa. "Entrar numa equipe dessa depois de ver o que eles estavam fazendo não era uma coisa que eu queria", alegou. A Cypher acabou retirando sua inscrição para tentar um lugar na F1 no fim de julho. "Eu nem me preocupei muito em achar que fosse acontecer alguma coisa porque não ia", completou o piloto.

Nelsinho dificilmente volta para a F1. Dois anos após o episódio da armação em Cingapura, do qual participou ao concordar em bater o carro para beneficiar Fernando Alonso naquela corrida, Piquet admitiu que só o chamado de uma equipe grande o faria pensar. "Fui instruído pelas pessoas erradas e pelo caminho errado", falou. O interesse dificilmente vai acontecer, até porque a F1 vive tempos de testes restritos e evita mudanças bruscas. Assim, Nelsinho vai seguir a vida na América.

O filho do tricampeão Nelson Piquet admitiu também que chegou a conversar com a Indy, mas que não queria "pagar para andar e ser mais um dos 20 que tem lá" e que deve fazer pelo menos mais duas provas com as camionetes que pertencem à Nascar.

Fonte: IG