Neve é primeira suspeita da morte de atacante brasileiro na Ucrânia; leia

O irmão de Maicon acredita que a pista cheia de neve escorregadia pode ser um dos motivos do desastre.

O atacante brasileiro Maicon Oliveira, do Shakhtar Donetsk, morreu neste sábado aos 25 anos após sofrer um acidente de carro na Ucrânia. As causas do incidente ainda são desconhecidas, mas o irmão de Maicon acredita que a pista cheia de neve escorregadia pode ser um dos motivos do desastre.

"Ele não era de beber ou correr. Acho que pista estava cheia de neve escorregadia, mas ninguém sabe o que aconteceu. Nós soubemos depois que o empresário dele [Leonardo Mello] ligou e veio aqui", disse Maikson Oliveira.

O jogador começou a carreira no Flamengo, mas se profissionalizou no futebol europeu. Ele tinha contrato com o Shakhtar Donetsk até julho de 2015 e estava emprestado ao Illichivets Mariupol. O Shakhtar declarou luto e cancelou os treinos deste sábado.

Gisele Menezes, mulher de Maicon, viajou e já está na Ucrânia. O atacante deixa sua filha Évelin Cristina, de sete anos. O último contato que Maikson teve com seu irmão foi feito na sexta-feira de manhã. "Ele veio pra cá [Brasil], passou as férias dele e viajou de volta dia 3 de janeiro", disse Maikson.

Maicon Oliveira ganhou projeção quando foi vice-artilheiro do Campeonato Ucraniano em 2011/2012, com a camisa do Volyn. O centroavante marcou 13 gols, um a menos que Yevhen Seleznyov.


Neve é primeira suspeita da morte de atacante brasileiro na Ucrânia

Além de Shakhtar Donetsk, Illichivets Mariupol e Volyn, Maicon defendeu o Zorya, também na Ucrânia, além do Steaua Bucuresti, da Romênia

Fonte: UOL