Amarelinha: Neymar apresenta nova camisa da Seleção; veja!

Amarelinha: Neymar apresenta nova camisa da Seleção; veja!

Uniforme da Copa das Confederações terá estreia contra a Inglaterra, em Wembley, no dia 6 de fevereiro. Craque do Santos é a estrela do evento.

A seleção brasileira está de roupa nova. Nesta quinta-feira, em evento na praia de Copacabana, Zona Sul do Rio de Janeiro, a fornecedora de material esportivo da CBF divulgou a camisa número um do time canarinho, que lembra a usada na Copa do Mundo de 1990 e que será utilizada na Copa das Confederações. A estrela do evento foi o atacante Neymar, do Santos, que compareceu ao evento e serviu de modelo. A estreia da amarelinha será na próxima quarta, no amistoso com a Inglaterra, em Wembley, que também marcará a volta do técnico Luiz Felipe Scolari.

- Já pedimos para a Nike já projetar uma camisa com a sexta estrela para o meio de 2014 - brincou Felipão, planejando o título mundial em casa.

A festa na praia de Copacabana contou com as presenças de Felipão, do coordenador Carlos Alberto Parreira, do presidente da CBF, José Maria Marin, e de outras personalidades envolvidas com a empresa de material esportivo e com a própria seleção brasileira. O lançamento fez parte da "Batalha das Quadras", evento promovido pela Nike no Rio, e teve os cantores MV Bill e Nega Gizza como apresentadores. Mas a estrela foi Neymar. O craque do Santos entrou usando uma máscara com seu rosto, cercado por vários jovens também de máscaras. No centro deles, o atacante tirou a camisa branca e apresentou o uniforme.

- É um momento especial para a Nike. O trabalho com a CBF e com a Seleção vem de muito tempo. Vamos assistir a mais uma etapa dessa inovação e criatividade. Esperamos que a amarelinha seja uma fonte de inspiração para todos os jogadores e torcedores do Brasil e do mundo - disse Henry Rabelo, vice-presidente da marketing da Nike no país.



A camisa traz detalhes clássicos do futebol brasileiro, como o desenho de um canarinho na parte interna da gola acompanhado da frase "Nascido para jogar futebol". A gola é polo, clássica, em verde, modelo semelhante ao da Copa de 1990, quando o time treinado por Sebastião Lazaroni foi eliminado pela Argentina nas oitavas de final.

Segundo a Nike, a camisa é 23% mais leve e tem a malha 23% mais forte. As costuras com destaque para a junção em forma de T nos ombros, com furos (em formato de estrelas) cortados a laser que regulam temperatura do corpo dos atletas. Cada uniforme é feito com a reciclagem de 13 garrafas pet.

Questionado sobre a importância da camisa para os jogadores, Felipão afirmou que a tecnologia pode facilitar a vida dos atletas em campo:

- Ele (jogador) está preocupado com o resultado, porque é ali que teremos uma sequência para atingir todos os objetivos que nos propusemos. Naturalmente que observamos os nossos atletas, o modo de vestir, a dinâmica com a roupa que ele veste, para que ele se sinta à vontade. Que tenha todas as condições. A Nike nos dá essa possbilidade. Claro que nós notamos e queremos que o nosso jogador tenha o melhor ao seu dispor. Sempre para ele colocar a sua qualidade em campo com tudo aquilo que ele pode fazer.

Fonte: GloboEsporte