Neymar diz que parceria com Messi no Barcelona "pesou na escolha"

Brasileiro diz que possibilidade de atuar ao lado do atacante foi levada em conta na ida para a Espanha, e cogita "dancinhas" ao lado do argentino

Pep Guardiola, Tito Vilanova, Frank De Boer, Johan Cruyff e Fabio Capello. Desde que Neymar anunciou que trocaria o Santos pelo Barcelona, não faltaram declarações de personalidades do futebol avaliando a dupla que o atacante fará com Lionel Messi no clube catalão. Enquanto alguns não têm dúvidas do sucesso da parceria, outros acreditam que os dois não podem jogar juntos.


Neymar diz que parceria com Messi no Barcelona

Em meio ao choque de opiniões, Neymar projetou, com otimismo, a perspectiva de atuar com Messi. Algo que, inclusive, foi uma das razões pelas quais o astro escolheu o Barça e não o rival Real Madrid - apesar da proposta do clube merengue ser financeiramente mais elevada, tanto para o jogador como para o Alvinegro Praiano.

- Espero fazer grande parceria com todos os outros jogadores e façamos história. Temos tudo para isso. Para mim, será uma honra muito grande jogar com o melhor jogador do mundo. Um sonho. Foi um dos fatores que pesou na escolha (pelo Barcelona). É uma oportunidade que Deus colocou na minha vida - afirmou, durante entrevista coletiva em Santos, organizada por um de seus patrocinadores.

O primeiro compromisso de Neymar e Messi juntos será no próximo dia 2 de agosto, no Camp Nou, pelo Troféu Joan Gamper. Ironicamente, o rival será o Santos, ex-clube do atacante. O novo camisa 11 do time catalão já admitiu que, se marcar gol, vai comemorar normalmente. Mas será que o argentino vai acompanhá-lo nas "dancinhas"? Neymar deu uma desconversada...

- Voces sabe que ele (Messi) não é muito brincalhão. Mas, se ele entrar na dança, todos vão gostar (risos). Vamos ver - divagou.

Após assinar com o Barcelona, Neymar encontrou alguns dos futuros companheiros na final da Copa das Confederações (o atacante marcou um dos gols na vitória da Seleção por 3 a 0 sobre a Espanha). Apesar do pouco tempo para conversas, o brasileiro revelou que o zagueiro Gerard Piqué - que foi expulso na decisão justamente por causa de uma falta no ex-santista - lhe abriu as portas do Barça.

- Tive pouco contato com eles, fosse durante o jogo ou depois. Falei com o Piqué, mas foi bem rápido. Foi com quem mais conversei, até por aquela entrada (risos). Conversamos, e ele me disse: "Bem vindo ao Barcelona", essas coisas - resumiu.

Neymar é esperado no Barcelona no próximo dia 29, quando fará o primeiro treino com os novos companheiros. O brasileiro, que aproveita os últimos dias de férias, deve chegar à Catalunha na próxima quarta-feira.

Fonte: GloboEsporte