No Estádio do Pacaembu, Goiás vence Corinthians apagado por 2 a 1 e aumenta jejum de seu rival

No Estádio do Pacaembu, Goiás vence Corinthians apagado por 2 a 1 e aumenta jejum de seu rival

Sem vencer agora há quatro jogos, o time alvinegro ficou ainda mais distante do sonho de título na competição

O Corinthians deu vexame diante da torcida no Estádio do Pacaembu e foi derrotado em casa pelo Goiás, por 2 a 1, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, neste domingo. Sem vencer agora há quatro jogos, o time alvinegro ficou ainda mais distante do sonho de título na competição e igualmente afastado da zona de classificação para a Copa Libertadores da América.

Sem conseguir um triunfo no Brasileiro desde que fez 4 a 0 no Flamengo, há duas semanas, o Corinthians seguiu estacionado nos 30 pontos, cinco a menos que o quarto colocado Atlético-PR. Pior: a diferença para o Cruzeiro, primeiro da tabela, já é de 16 pontos. Além disso, o time alvinegro permitiu a aproximação do Goiás, que agora tem 29.

O primeiro tempo começou bastante quente no Pacaembu, não apenas por conta do clima que passaria facilmente por uma tarde de verão em São Paulo. O Corinthians teve três grandes oportunidades de gol, mas não conseguiu aproveitá-las. Pior para Alexandre Pato, que abusou do preciosismo aos 3min, ao tentar fazer fila na entrada da área até ser desarmado, e que pegou mal na bola e isolou aos 4min. Romarinho, na situação mais difícil, foi quem levou mais perigo, com uma bicicleta que assustou Renan aos 7min.

No entanto, um incidente fez a partida esfriar para a equipe alvinegra: o lateral direito Alessandro sentiu uma contusão logo aos 8min e foi substituído por Ibson. Edenílson, que fazia uma boa transição para o ataque, foi deslocado para a faixa direita do gramado. O Corinthians perdeu saída de bola; o jogo, graça ? já que o Goiás também se limitava a arriscar a ligação da direta da defesa para o rechonchudo Walter.

A partida só melhorou nos últimos minutos, mas a falta de pontaria foi preponderante para duas finalizações de Paolo Guerrero, que passaram perto do gol, e de Pato, que conseguiu perder mais um gol incrível aos 39min.

O Corinthians voltou para o segundo tempo sem Fábio Santos, lesionado, que deu lugar a Igor. Mas o grande problema para a equipe de Tite se deu aos 12min, quando Hugo recebeu de Renan Oliveira, ganhou no corpo de Paulo André e tocou na saída de Cássio para deixar o Goiás em vantagem no Pacaembu.

Só então, em desvantagem, o Corinthians passou a ser mais efetivo no ataque ? inclusive com a saída do zagueiro Paulo André para a entrada do atacante Emerson. Mas o gol insistia em não sair: Rodrigo conseguiu cortar em cima da linha um chute de Gil aos 18min e, segundos depois, Emerson furou na pequena área sem goleiro na hora de dar seu primeiro toque na bola em campo. O Pacaembu foi à loucura.

O gol que poderia ter evitado a derrota diante da torcida alvinegra saiu apenas no sufoco, em uma jogada esquisita de bola parada: aos 33min, Douglas cobrou falta na área, Gil cabeceou e Pato desviou. A bola ainda bateu no esmeraldino Ramon antes de entrar, mas a arbitragem sinalizou gol para o camisa 7 corintiano. Mas a felicidade não durou muito: aos 38min, Amaral marcou de cabeça após cobrança de escanteio e garantiu o triunfo do Goiás.

As duas equipes serão visitantes na 22ª rodada do Campeonato Brasileiro, marcada para esta quarta-feira. O Goiás vai ao Paraná enfrentar o Coritiba no Estádio Couto Pereira às 21h (de Brasília), um pouco antes da partida entre Ponte Preta e Corinthians, às 21h50, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

Fonte: Terra