No ritmo UFC, Botafogo nocauteia o Flu por 2 a 1

No ritmo UFC, Botafogo nocauteia o Flu por 2 a 1

No aguardo pelos jogos de domingo, o Botafogo é por enquanto o terceiro colocado, com 34 pontos

Com muita velocidade e dois gols em jogadas construídas nas costas de Carlinhos, o Botafogo fechou o primeiro turno em grande estilo, neste sábado, no Engenhão. Em clássico contra o Fluminense, a equipe do treinador Caio Júnior saiu atrás em gol de bola aérea marcado por Fred, mas arrancou para a virada e, com o placar de 2 a 1, fica em ótima condição no Campeonato Brasileiro.

No aguardo pelos jogos de domingo, o Botafogo é por enquanto o terceiro colocado, com 34 pontos, mas inevitavelmente termina o turno na zona de classificação para a Copa Libertadores. O Fluminense, em 10º com 25 pontos, pode cair ainda mais ao fim da rodada.

Elkeson, com um lindo gol e várias jogadas de perigo, foi a principal figura do chamado Clássico Vovô, pois reúne os dois grandes mais antigos do futebol carioca. Em dia que o Rio de Janeiro é movimentado pelo UFC, ele marcou e comemorou com golpes no ar e chegou a oito gols em 17 jogos na temporada com a camisa do Botafogo.

O Fluminense continua em situação difícil e sem decolar, com apenas uma vitória em seus últimos seis jogos. A equipe do técnico Abel Braga, neste Campeonato Brasileiro, não ganhou nenhum clássico.

A virada botafoguense

Atrás da reabilitação no Campeonato Brasileiro, Abel Braga pouco mudou em relação à equipe do Fluminense que, no meio de semana, caiu em visita ao Santos. De problemas, o treinador teve apenas Marquinho, suspenso, e Valencia, lesionado. Ele apenas definiu Diogo e Souza como substitutos e preservou o ataque bom de bola aérea, com Fred e Rafael Moura.

Em ótima fase, o Botafogo também foi a campo com força máxima e não teve nenhum desfalque relevante para o time titular. Caio Júnior deixou Felipe Menezes no banco, apesar da boa atuação e de dois gols na última rodada, contra o Atlético-MG. Assim, Maicosuel, Elkeson e Herrera jogaram junto de Loco Abreu.

De forma geral, o Botafogo foi superior no clássico desde a etapa inicial. Elkeson, bom de bola parada, arriscou de longe e foi quem fez Diego Cavalieri trabalhar primeiro. Loco Abreu, em mais duas oportunidades, por pouco não balançou as redes também. Maicosuel, ainda antes dos 20min de jogo, também quase marcou após tabela. Era um início fulminante da equipe botafoguense.

No ritmo do meia Lanzini, bem na partida, o Fluminense se reencontrou e conseguiu levar intranquilidade à defesa do Botafogo. Primeiro, o argentino assustou em chute de longe que passou sobre a meta. Depois, fez bom passe para Fred, contido por Jefferson em grande saída do gol aos 35min. Diogo, em chute da entrada da área aos 40min, quase acertou a trave para o fim de um primeiro tempo sem gols.

O primeiro tempo, bastante morno, deu lugar a 45 minutos de muita emoção no Engenhão. Se o Botafogo reiniciou a partida no ataque, foi o Fluminense que conseguiu tirar o primeiro zero do placar. E, assim como havia sido contra Santos e Vasco, a equipe chegou ao gol na bola aérea. Souza cobrou escanteio e Fred escorou de cabeça para o fundo das redes aos 10min.

A resposta do Botafogo demorou poucos instantes: aos 11min, Elkeson disparou pela ponta direita, cortou a marcação e chutou firme sem qualquer chance para Diego Cavalieri. O gol encheu o time botafoguense de moral e Elkeson, em novo contragolpe, por pouco não ampliou. Souza deu a resposta em falta que passou perto da trave.

Com escanteio, o Fluminense se atirou à área e foi punido. Jefferson saiu bem do gol e lançou Loco Abreu, com as mãos. O uruguaio carregou desde a intermediária e o lateral Lucas, em velocidade, disparou pela ponta direita. O uruguaio só rolou, com precisão, e o camisa 2 botafoguense chutou firme, cruzado, com estilo.

Com a virada, o Botafogo se concentrou de vez nos contra-ataques, enquanto o Flu insistiu nas bolas aéreas. Abel Braga tentou reagir com as entradas de Ciro e Martinuccio, mas deixou o time com apenas Lanzini na armação. Elkeson quase marcou de novo aos 28min ao roubar bola na saída do Flu e acertar a trave.

Jefferson, seguro, controlou todas as investidas do Flu, especialmente em finalizações de Edinho e Rafael Moura. Assim, o Botafogo preservou o placar de 2 a 1 e alcançou sua sexta vitória em oito jogos pelo Brasileiro.

Ficha técnica

FLUMINENSE 1 x 2 BOTAFOGO

Gols

FLUMINENSE:

Fred, aos 10min do 2º tempo

BOTAFOGO:

Elkeson, aos 11min, e Lucas, aos 18min do 2º tempo

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Mariano, Gum, Márcio Rosário e Carlinhos; Diogo (Martinuccio) e Edinho; Souza (Ciro) e Lanzini; Fred e Rafael Moura

Treinador: Abel Braga

BOTAFOGO: Jefferson; Lucas, Antônio Carlos (Gustavo), Fábio Ferreira e Cortês; Renato e Marcelo Mattos; Elkeson, Maicosuel (Cidinho) e Herrera (Felipe Menezes); Loco Abreu

Treinador: Caio Júnior

Cartões amarelos

FLUMINENSE: Márcio Rosário, Edinho, Fred, Rafael Moura

Árbitro

Felipe Gomes da Silva (RJ)

Público total 22.762 espectadores

Local

Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)

Fonte: Terra