Brasil: Vôlei feminino vence com sufoco a Coreia por 3 sets a 2

Agora com oito no total, o Brasil ocupa a 4ª posição, atrás dos EUA (12 pontos), Itália (11) e China (nove)

Com uma atuação bem abaixo do esperado, a seleção brasileira feminina de vôlei derrotou a Coreia do Sul (18ª do ranking) no tie-break, por 3 sets a 2 (parciais de 22/25, 25/18, 18/25, 25/13 e 15/8), na manhã desta terça-feira, em Toyama, chegando à terceira vitória em quatro jogos pela Copa do Mundo, que está sendo realizada no Japão. Por ter permitido dois sets ao rival, o time nacional somou apenas mais um ponto, o que compromete na luta pelo título.

Agora com oito no total, o Brasil ocupa a 4ª posição, atrás dos EUA (12 pontos), Itália (11) e China (nove). Alemanha e Sérvia, ambas com seis, se enfrentam nesta terça e uma delas poderá ultrapassar o quadro brasileiro. No complemento da rodada, as anfitriãs japonesas (quatro pontos) duelam com a fraca equipe da Argélia, que ainda não pontuou.

O Brasil volta a jogar na quarta-feira, novamente a partir da 4 horas (com transmissão da Globo e do Sportv), desta vez contra as sérvias. Já a Coreia terá pela frente o time africano do Quênia, outro ainda sem pontuar.


No sufoco, Brasil bate a fraca Coreia por 3 a 2 pela Copa do Mundo de Vôlei

Após um início aparentemente tranquilo para o time nacional, e que projetava fácil vitória no set, as meninas brasileiras assistiram a uma reação coreana. Liderado pela atacante Kim Yeon-Koung e Hwang Youn-Joo, o quadro oriental chegou a passar à frente no marcador em 15/14, abriu em 22 /18 e fechou surpreendentemente em 25/22, ganhando sua primeira parcial até então na competição (as derrotas para Sérvia, Alemanha e EUA).

Mais ligado, o Brasil partiu para o segundo set com o intuito de apagar a má impressão deixada no anterior. Sem contar com o brilho de Paula Pequeno e Mari, muito abaixo do normal, a equipe do técnico José Roberto Guimarães dependida da agressividade de Sheilla que, no entanto, parecia com incômodo no ombro direito. As duas ponteiras cresceram um pouco de produção e, com isso, a seleção se reequilibrou, vencendo a parcial por 25/18 depois de um erro de saque coreano.


No sufoco, Brasil bate a fraca Coreia por 3 a 2 pela Copa do Mundo de Vôlei

Irreconhecível, a seleção voltou a desandar na parcial seguinte. Desatentas e com pouca eficiência no ataque, as meninas brasileiras viram as adversárias abrirem 9 a 4, ampliarem para 17 a 11 e finalizarem com surpreendentes 25/18, quando Sassá foi bloqueada.

Sem alternativas, o Brasil foi com tudo para o quarto set. Com a possibilidade de obter somente dois pontos com a vitória (triunfo por 3 a 2 vale dois pontos para a vencedora e um para a perdedora), a equipe nacional voltou melhor para o jogo. Abriu 7/1 e logo matou facilmente em 25/13, levando a partida para um impensado tie-break.

Motivado com a tranquila vitória na parcial anterior, o quadro de José Roberto Guimarães voltou a se impor no set decisivo, fez 15/8 e selou a vitória em 1h54m de luta, espantando de vez a zebra coreana.

O time brasileiro começou a partida com Fabiana, Dani Lins, Paula Pequeno, Thaissa, Mari e a líbero Fabi. Entraram no decorrer Camila Brait, Tandara, Fabíola, Sassá e Juciely.

Confira outros resultados desta 4ª rodada

China 3 x 1 República Dominicana (23/25, 25/13, 25/19 e 25/18)

EUA 3 x 0 Quênia (25/16, 25/13 e 25/21)

Itália 3 x 0 Argentina (25/19, 25/10 e 25/19)

Fonte: g1, www.g1.com.br