No treino, Robinho e Maicon são os melhores

No treino, Robinho e Maicon são os melhores

Dunga arma time pela primeira vez, e Michel Bastos sai na frente na briga pela lateral esquerda. Seleção estreia dia 15, contra Coreia do Norte

O treinador Dunga comandou seu primeiro coletivo na África do Sul, e Michel Bastos saiu na frente na briga com GIlberto pela lateral esquerda. No campo da Randburg High School, em Joanesburgo, o time titular não teve surpresas e, de colete vermelho, iniciou a atividade com Julio Cesar, Maicon, Lúcio, Juan e Michel Bastos; Gilberto Silva, Felipe Melo, Kaká e Elano; Robinho e Luis Fabiano.

O treino, disputado em campo molhado devido à chuva antes do início do coletivo e sob temperatura de 12°C, durou 48 minutos e acabou sem gols. Robinho e Maicon foram os destaques entre os titulares, enquanto Felipe Melo errou muitos passes. Kaká, que se recuperou recentemente de lesão na coxa esquerda, participou o tempo inteiro e acertou dois bons passes, mas pareceu se poupar.

Gomes iniciou no time reserva, enquanto Doni ficou no banco (entrou no lugar de Gomes aos 32 minutos). Além do goleiro, os suplentes tiveram Daniel Alves, Luisão, Thiago Silva e Gilberto; Josué, Kleberson, Ramires e Julio Baptista; Nilmar e Grafite. Antes de começar, Dunga conversou com os titulares, enquanto Jorginho orientou os reservas.

O time de vermelho tentou marcar sob pressão, com os atacantes auxiliando na marcação - em determinado lance, Robinho parou e um companheiro gritou para que ele voltasse e fechasse o meio-campo. Os suplentes jogavam fechados e tentavam sair nos contra-ataques, certamente tentando simular o estilo de jogo norte-coreano, adversário de estreia do Brasil no dia 15 de junho no estádio Ellis Park, em Joanesburgo.

Uma das jogadas mais fortes da seleção se repetiu no trabalho. Após falta pelo lado direito de ataque, Elano cobrou cinco vezes a falta, jogando a bola na área. Com o time marcando por pressão, Dunga reclamou da marcação ao menos uma vez, quando Felipe Melo tentou se adiantar e deu o bote errado. O time reserva teve espaço e evoluiu com tranquilidade. Dunga aproveitou então uma falta pelo lado direito e repetiu as cobranças na área, agora com Daniel Alves. Depois, o lateral treinou cobranças de escanteio pelo lado esquerdo do ataque.

A primeira oportunidade da equipe principal foi com Elano, antes de um minuto de treino. Após tabela, ele entrou cara a cara e bateu para boa defesa de Gomes. Robinho tirou tinta da trave ao bater de fora da área e, mais tarde, deu belo passe para Maicon, mas o goleiro reserva saiu e cortou de cabeça. Luis Fabiano ficou com o rebote, mas foi desarmado.

Melhor entre os titulares, Robinho deu outro belo passe para Luis Fabiano, mas o atacante não finalizou porque estava impedido. Mas se o atacante do Santos se destacou, Felipe Melo apareceu pelos passes errados.

Os reservas quase marcaram com Grafite, mas Julio Cesar defendeu. A melhor oportunidade foi num dos escanteios batidos por Daniel Alves, quando Thiago Silva acertou a trave esquerda. O ritmo da atividade foi caindo, e Julio Cesar ainda fez uma boa defesa em nova cabeçada de Thiago Silva, antes de ser substituído por Gomes. Pouco depois, Dunga encerrou a atividade e deu início ao treino de cobrança de falta, com Elano e Michel Bastos se revezando.

Fonte: GloboEsporte