Nos pênaltis, Fluminense elimina Inter e avança para semifinal da Copa SP

Times abusam dos gols perdidos no tempo normal. Nos pênaltis, goleiro Matheus, do Flu, faz duas defesas

No tempo normal, Fluminense e Internacional protagonizaram um festival de gols perdidos, principalmente no segundo tempo. Sem bola na rede, a partida empatada em 0 a 0 nos 90 minutos precisou ser decidida nas penalidades. E foi desta maneira que o Fluminense, após nove cobranças para cada lado, superou o Inter por 6 a 5, na manhã deste domingo, no estádio Luisão, em São Carlos. A partida foi válida pelas quartas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior.


Nos pênaltis, Fluminense elimina Inter e avança à semifinal da Copa SP

Agora, o Tricolor espera a definição do vencedor de Corinthians e Paraná, que se enfrentam neste domingo, às 21h30m, em Limeira. A semifinal acontecerá na quarta-feira. A Federação Paulista de Futebol divulgará nesta segunda o horário e o local da partida.

O primeiro tempo foi sonolento. As equipes criaram pouco e chegaram raras vezes ao gol adversário. O cansaço e a série de jogos em sequência parecem ter deixado os times sem criatividade. Com muita disputa no setor de meio-campo, a primeira chance foi do Fluminense. Aos 13, o atacante Euller aproveitou cruzamento da direita e cabeceou na trave. Dez minutos depois, o Internacional reclamou de um pênalti em cima de Bruno Baio. O atacante foi puxado quando entrava na área do Tricolor carioca, mas o árbitro marcou falta fora da área. Após o lance, o Colorado chegou mais uma vez com perigo. Bruno Baio recebeu na direita e bateu forte, assustando o goleiro Matheus.

No final da primeira etapa, o meia Gustavo Scarpa arriscou de fora da área e a bola passou raspando a trave esquerda do goleiro Jacsson, assustando o goleiro carioca.

Mas a conversa no vestiário parece ter despertado os dois times, que voltaram animados para o segundo tempo. Em menos de dez minutos, o atacante Denílson, do Flu, teve duas boas chances para marcar, em uma delas, digna do Inacreditável FC. Após cruzamento da direita, o jogador recebeu sozinho na pequena área, com o goleiro já batido, mas mandou por cima.

O Inter também assustou o goleiro Matheus ao explorar os lados do campo, com jogadas velozes de Alisson Farias. Em uma delas, ele cruzou rasteiro para o lateral William, que apareceu como um centroavante, porém, a finalização saiu forte demais, por cima do gol.

O festival de gols perdidos continuou, e o Fluminense protagonizou outro lance incrível. Após cruzamento da direita, o atacante Euller, sozinho, tentou chutar, mas pegou mal na bola e ela foi em direção contrária à meta de Jacsson. Era um presságio forte de que, no tempo normal, não teríamos bola na rede, o que se confirmou até o apito final no estádio Luisão.

Nas penalidades, foram necessárias nove cobranças para se conhecer o vencedor. E o goleiro do Flu, Matheus, se destacou, e o Tricolor superou o Inter por 6 a 5. Acertaram para o Tricolor Gustavo Scarpa, Gerson, Marlon Freitas, Gabriel Pereira, Lucas e Nogueira. Erraram Marlon, Ícaro e Leonardo. Para o Inter, converteram Bruno Baio, William, Carlinhos, Leonardo e Magalhães, e desperdiçaram Murilo, Alisson Farias, Caíque e Eduardo.

Fonte: GloboEsporte