Nova lei pode levar combate Anderson Silva X Jon Jones para Nova York

Nova lei pode levar combate Anderson Silva X Jon Jones para Nova York

Maior alvo do UFC nos EUA, a "Big Apple" pode vir a sediar super-evento do aniversário de 20 anos da organização, com luta mais esperada do século

Um dos maiores sonhos do UFC pode vir a se tornar realidade em apenas duas semanas: a permissão para que sejam realizados eventos de MMA no estado de Nova York. A sanção da lei que regulamenta o esporte no estado abrirá a possibilidade da realização de edições do UFC na maior cidade americana, e no seu palco mais tradicional: o Madison Square Garden. Segundo o site "MMA Mania", o juiz titular da corte federal de Manhattan concordou que eventos de MMA possam ser realizados no estado, desde que a Zuffa - que detém os direitos do UFC - e o procurador-geral do estado entrem em acordo para que as ações na justiça americana sejam retiradas e uma terceira parte entre como parceira da Zuffa na realização dos eventos de artes marciais mistas.

A briga judicial entre a Zuffa e o estado de Nova York, um dos que mais se opôs à realização de eventos de MMA em todos os EUA, já dura mais de dez anos. A cidade de Nova York, que por seu potencial turístico e financeiro, é vista como crucial para a expansão do UFC no país, e até internacionalmente, pelo apelo que o Madison Square Garden e a própria cidade possuem mundialmente, nunca recebeu uma edição do UFC ou de qualquer outro evento de MMA por não ter o esporte permitido nem regulamentado por pressões de alas conservadoras dos políticos locais. Dana White, presidente do UFC, declarou publicamente que a "Big Apple" é o seu maior alvo dentro dos EUA, e engajou-se pessoalmente nos esforços para que o MMA fosse sancionado no estado.

- Não vou descansar enquanto não vir o MMA sancionado em Nova York. Meu sonho é fazer um evento no Madison Square Garden lotado. Todo ano eu digo que estamos próximos de conseguir isso. Uma hora vou acertar - brincou o dirigente em feveiro de 2012, durante o UFC 143, realizado em Las Vegas.

O lobby do UFC pela sanção inclui nomes famosos do MMA como Jon Jones, Gina Carano, Frankie Edgar, Matt Hamill e o veterano de guerra Brian Stann, que fariam exposições junto a políticos e juristas. Um dos parceiros que o UFC poderia ter para realizar um evento em Nova York seria a World Kickboxing Academy (WKA), que já foi beneficiada com a sanção do seu esporte no estado. O objetivo final do UFC é realizar o evento dos seus 20 anos, em novembro de 2013, no Madison Square Garden, tendo como luta principal o duelo entre Anderson Silva e Jon Jones.

Fonte: Sportv