Novela Elias, último capítulo: Timão e Fla disputam final feliz nesta terça

Clubes têm até o fim do dia para aparar arestas e fechar a contratação do jogador, caso queiram utilizá-lo antes da Copa do Mundo.

Os momentos de decisão se aproximam na novela Elias. Nesta terça-feira, encerra-se a janela de transferências para jogadores que atuam no exterior acertarem com clubes brasileiros. Corinthians e Flamengo têm interesse e trabalham para repatriar o volante, que teve passagens de destaque por ambos os clubes. O jogo, porém, está aberto. Há possibilidade de desfecho positivo para cariocas e paulistas.


Novela Elias, último capítulo: Fla e Timão disputam final feliz nesta terça

Existe também, por outro lado, a chance de Elias não conseguir o acerto a tempo e, ao menos por ora, seguir no Sporting, de Portugal. O clube lisboeta detém 50% dos direitos econômicos do jogador. A outra fatia, de igual tamanho, pertence a um grupo de investidores, que também precisa dar sinal verde para que o negócio seja concretizado. Por conta das variantes, o fim da novela ainda segue sem definição.

Corinthians: compasso de espera e confiança

A diretoria do Corinthians ficou no CT Joaquim Grava até 21h30m desta segunda (0h30m) em Portugal. Nas conversas, pouco avanço. Das duas propostas realizadas pelo Timão, uma já foi recusada: a de empréstimo até o fim desta temporada.

Por email e telefone, corintianos e dirigentes do Sporting passaram mais de 12 horas em contatos para tentar um acerto. A entrada do Flamengo causou desconforto no início, mas a confiança se manteve por conta das recentes conversas com Eliseu Trindade, pai do volante.

Agora, o Corinthians aguarda a resposta da proposta de compra dos 50% pertencentes ao Sporting. Um jogador, ainda não revelado, teve seus direitos econômicos utilizados como garantia aos portugueses, até que o Corinthians encontre um banco avalista.

Flamengo esbarra em grupo de investidores

O adjetivo "difícil" é padrão em qualquer resposta dos interlocutores rubro-negros às perguntas sobre Elias. Há um quê de precaução, mas muito de verdade porque os dirigentes estão escaldados com a negociação que se arrasta desde dezembro.

O acordo passa por três partes: Elias, Sporting e grupo de investidores comandado pelo empresário Jorge Mendes. A primeira, desde o início, nunca foi problema e o Flamengo renegociou por telefone com o pai e procurador do atleta, Eliseu Trindade, as bases do contrato por quatro anos após receber autorização do Sporting na sexta. Mas as tratativas tiveram altos e baixos.

O vice de futebol Wallim Vasconcellos ouviu que a proposta de 4 milhões de euros (quase R$ 13 milhões) parcelados em quatro anos seria aceita. Porém, no sábado à noite, os portugueses fizeram novas exigências e desanimaram os rubro-negros.

A garantia bancária foi dada pela Odebrecht, responsável pelo Consórcio do Maracanã, e novamente o negócio ficou bem encaminhado.

O Flamengo iniciou a segunda-feira convencido de que contrataria o jogador. Mas o grupo de investidores não deu o aval, apareceu como último ? e complicado ? entrave, e recolocou o termo "difícil" nas análises sobre o retorno de Elias.

Elias: neutro e à espera do "check in" rumo ao Brasil

Elias está em Lisboa, aflito, e não participa diretamente das reuniões. Desde sábado, quando foi informado pelo Sporting da existência das duas propostas, ele espera o ?sim? para fechar o zíper da mala e retornar ao Brasil.

Nesta segunda, também imaginou que seria o dia do desfecho da novela e saiu para jantar com amigos à espera da resposta final, mas foi surpreendido com a notícia de que a janela brasileira fecha apenas na terça. Ele não demonstra preferência por um ou outro.

Fonte: GloboEsporte