Obina diz que quer ficar no Flamengo, fazer dupla com Adriano e ser reconhecido

Obina diz que quer ficar no Flamengo, fazer dupla com Adriano e ser reconhecido

Jogador deve ser titular na estréia do time

O desejo de Obina é continuar no Flamengo. Nada de Atlético-MG ou qualquer outro clube. Sua intenção é permanecer na Gávea, reconquistar seu espaço e voltar a escutar a música que a torcida rubro-negra sempre cantou para ele.

O atacante deve ser o titular do time na estreia no Carioca contra o Duque de Caxias, domingo, no Maracanã. É lá o palco do reencontro com a torcida que já o aplaudiu de pé e também o vaiou. Principalmente, no começo do ano passado quando ficou seis meses sem marcar um gol sequer.

- Foi a pior coisa que aconteceu na minha carreira, cheguei a chorar algumas vezes em casa. Eu fazia tudo certo, mas as coisas não saiam da maneira que queríamos. Aquilo foi desgastando, o torcedor foi perdendo paciência. Mais do que passei ano passado, não vai acontecer esse ano - garantiu Obina.

Agora ele quer curtir uma nova fase na carreira, mais experiente e maduro. Pelo menos foi o que ele disse na entrevista coletiva. Confira abaixo os principais trechos.

Como está a situação da sua suspensão por conta do desentendimento com o zagueiro Maurício quando vocês estavam no Palmeiras?

- Nesse momento eu tenho de ficar mais alegre por jogar, fazer o meu melhor... Julgamento deixa para trás, foi no Palmeiras, e o Flamengo tem um departamento jurídico que sabe o que faz... Tenho a certeza que as pessoas com consciência sabem que não foi nada demais, que não vai acontecer novamente na minha vida.

Como você vê a contratação do Vagner Love?

Vejo com bons olhos. È um jogador de qualidade, que fortalece o grupo. Cada um lutando pelo seu espaço da melhor maneira possível. O importante é estar focado e fazer por onde, sabendo que aqui tem muitos atacantes com qualidade.

E a possibilidade de formar dupla com o Adriano?

Nós sempre imaginamos jogar juntos, procurar ajudar... Ele está há mais tempo aqui e é um jogador que dispensa comentários. Mas eu vou buscar meu espaço.

Seu nome esteve envolvido em algumas transferências. Como você vê esse tipo de situação? Dá para garantir que você vai ficar no Flamengo até o fim do ano, quando vence seu contrato?

- Só sei que tenho de ficar no Flamengo. Não procurei saber o que aconteceu nas férias. Só quis saber o dia que tinha de me apresentar, que queria ficar com o grupo.Deixei para o Eduardo (Uram, seu empresário) que sabe bem o que faz. Hoje só estou ligado no que vai acontecer no Flamengo. Estou tranquilo, mas não sei o que vai acontecer amanhã ou depois. Quero cumprir esse contrato, sei que o clube me ajudou na hora certa..Então o importante é procurar fazer o meu melhor.

Fonte: GloboEspote, www.globoesporte.com