Obina está na mira de clube árabe e pode deixar Galo

Clube deve receber proposta nesta semana do Al-Gharafa, time do Qatar

Com excesso de jogadores para o ataque, oito no total, o Atlético-MG pretende vender alguns de seus avantes. A bola da vez pode ser Obina, o xodó da torcida, que interessa ao Al-Gharafa, do Qatar.

O clube árabe busca um substituto para Araújo, artilheiro da equipe, que acertou com o Fluminense na semana passada. O time deve apresentar proposta oficial para levar o atacante do Galo, que tem contrato com a equipe de Dorival Júnior até 2012.

Obina, que completa 28 anos no dia 31, chegou ao Atlético-MG em janeiro de 2010, comprado do Flamengo por R$ 1,75 milhão por cerca de 50% de seus direitos federativos. O Rubro-Negro tem direito a 30% do valor que o jogador for negociado.

Apesar de enfrentar alguns problemas com a forma física, o atacante caiu nas graças da torcida ao formar dupla com Diego Tardelli e marcar 27 gols em 39 jogos, alguns deles em momentos decisivos.

Dorival Júnior tem atacantes de sobra para montar a equipe e alguns devem ser negociados ou emprestados. Para o setor, além de Obina e Tardelli, o clube conta com Neto Berola, Wesley, Magno Alves, Jobson, Ricardo Bueno e Jheimy.



Os jogadores do Atlético ficaram de folga no domingo (16) e retornam aos treinos na tarde desta segunda-feira (17), na Cidade do Galo, para dar sequencia aos preparativos para a estreia no Campeonato Mineiro, no dia 30, contra o Funorte, em Montes Claros. No sábado, o time fará seu primeiro teste, em jogo-treino contra o Guarani de Divinópolis.

Fonte: R7, www.r7.com