Osvaldo desencanta, e trio ofensivo dá vitória ao São Paulo sobre Mogi: 4 a 0

Osvaldo desencanta, e trio ofensivo dá vitória ao São Paulo sobre Mogi: 4 a 0

O São Paulo tinha Ademílson e Osvaldo correndo para tentar criar chances, enquanto Luís Fabiano ficava na área como a referência

Osvaldo, Luís Fabiano e Ademílson. Este foi o trio de ataque escalado pelo técnico Muricy Ramalho para o São Paulo, e é também o nome dos autores dos três primeiros gols da vitória sobre o Mogi Mirim. Nesta quarta-feira, dia em que Rogério Ceni completou 41 anos, o time tricolor goleou por 4 a 0 no Morumbi e conquistou sua primeira vitória no Campeonato Paulista.

Para Osvaldo, a felicidade foi ainda maior, já que o atacante viveu fase complicada em 2013. O jogador não sabia o que era marcar um gol desde 28 de fevereiro do último ano, em vitória por 2 a 1 sobre o The Strongest, pela Copa Libertadores, ainda sob o comando de Ney Franco.

Insatisfeito com a produção do time na estreia contra o Bragantino, Muricy sacou o volante Denílson e trouxe Osvaldo à escalação titular, deixando o São Paulo com três atacantes. Isto fez com que a equipe tricolor mostrasse uma maior movimentação na frente durante o começo da partida contra o Mogi do veterano Rivaldo, mas não que o goleiro Reynaldo precisasse trabalhar muito.

O São Paulo tinha Ademílson e Osvaldo correndo para tentar criar chances, enquanto Luís Fabiano ficava na área como a referência. A equipe do interior conseguia marcar com eficiência e ameaçava bem em contra-ataques. A melhor chance dos tricolores antes do intervalo saiu aos 38min, quando Ademílson tocou para Luís Ricardo, mas o ala errou feio a finalização.

Depois do intervalo, o São Paulo precisou de poucos segundos para abrir o placar. Osvaldo avançou pela esquerda, chutou da entrada da área e contou com desvio na marcação para estufar as redes. O gol fez com que o time da casa passasse a jogar mais à vontade, em especial o camisa 17, que seguiu criando boas oportunidades.

Em busca do empate, o Mogi Mirim passou a dar espaços em sua defesa, e os tricolores aproveitaram. Aos 20min, Ganso aproveitou desatenção da marcação visitante, roubou bola e tocou para Luís Fabiano. O camisa 9 se livrou da marcação e tocou na saída do goleiro Reynaldo.

O Mogi conseguiu ameaçar na sequência, mas viu Rogério Ceni fazer duas boas defesas: aos 22min, Vitinho desviou de cabeça e o goleiro mandou para escanteio; na sequência, Serginho testou em direção ao gol, mas o arqueiro espalmou por cima da meta. Do outro lado do campo, a rede voltou a balançar. Aos 29min, depois de erro de Magal, Ademílson driblou o goleiro e tocou para ampliar. Ainda houve tempo de Douglas fazer o quarto ao contar com desvio na defesa adversária.

Fonte: Terra