Pacientes do Cier jogam futsal contra militares do 25º BC

Time de Futebol para Amputados jogou de partida contra militares

Oportunidade única. Foi como descreveu o aposentado de 60 anos, José Nilton, sobre a manhã que teve nesta terça-feira (9), no 25° Batalhão de Caçadores do Piauí, em Teresina.

José e mais dez colegas que integram o time de Futebol para Amputados do Centro Integrado de Reabilitação (Ceir) participaram de uma partida com os soldados do local.

“Tiramos o máximo de proveito e experiência dessa oportunidade única”, conta, emocionado, José Nilton, que enfrentou em campo o soldado João Paulo, de 23 anos. “Para nós foi uma motivação ver como podemos enfrentar os nossos limites”, acrescenta o militar.

A partida terminou com vitória de 6 a 1 para o 25º BC, mas quem saiu comemorando foram os pacientes do Ceir. “Esse jogo deu início a uma programação que preparamos para trazer nossas atividades para dentro do batalhão”, comenta Childerico Robson, supervisor da Reabilitação Desportiva do centro.

Partida de futebol entre time de amputados do Ceir e soldados do 25º BC (Crédito: Reprodução)
Partida de futebol entre time de amputados do Ceir e soldados do 25º BC (Crédito: Reprodução)

Segundo o comandante do 25º BC, coronel Marcos Paulino, o batalhão está abrindo as portas em comemoração ao Dia do Soldado, celebrado em 25 de agosto. “Temos a satisfação de receber esses pacientes para vivenciar um pouco da nossa rotina”, destaca o comandante.

Nesta quinta-feira (11), 25 pacientes que formam o grupo de Capoeira do Ceir terão uma manhã de soldado no 25º BC. No dia 17 deste mês, soldados receberão palestras educativas de um projeto do Ceir sobre prevenção do AVC e de acidentes com traumas na cabeça e na coluna.

Partida de futebol entre time de amputados do Ceir e soldados do 25º BC (Crédito: Reprodução)
Partida de futebol entre time de amputados do Ceir e soldados do 25º BC (Crédito: Reprodução)


Fonte: Portal Meio Norte