Palmeiras admite acerto para saída de Wagner Love

Palmeiras admite acerto para saída de Wagner Love

Membro do conselho fiscal do alviverde afirma que atacante só joga no clube se russos e cariocas não chegarem a um acordo

Embora o presidente Luiz Gonzaga Belluzzo e a sua cúpula não admitam, o Palmeiras já entrou em um acordo com o atacante Vagner Love para que este deixe o clube, e agora, à distância, acompanha o andamento das negociações entre os russos do CSKA, que detêm os direitos do atleta, e o Flamengo.

Segundo Seraphim Del Grande, membro do Conselho Fiscal do Alviverde, o clube de Moscou quer que seja paga uma taxa de transferência para dar a transação como certa. - Entre Palmeiras e o Vagner Love já está tudo definido, já acertamos os valores que estavam pendentes.

Ele tinha um contrato conosco até agosto e, para sair, só precisa da concordância do CSKA. Eles querem que uma taxa de transferência seja paga, mas quem tem de fazer isso agora é o Flamengo – explicou Del Grande ao GLOBOESPORTE.COM. Sem revelar o valor exigido pelos russos, o dirigente afirmou que o atacante só volta a jogar pelo time paulista caso o acerto não aconteça entre os clubes.

- Mas o Flamengo já está cuidando disso porque ficamos sabendo. No jogo-treino contra o Taubaté realizado na manhã deste domingo, em Atibaia, Vagner Love só entrou durante a segunda etapa na vitória alviverde por 4 a 0.

Segundo Toninho Cecílio, que ainda não admite o acerto entre Palmeiras e atacante, foi uma opção do técnico Muricy Ramalho. Revelado pelas categorias de base do Palmeiras, Love foi peça fundamental na volta do time à elite do futebol nacional, em 2003. Negociado com o CSKA no ano seguinte, ele retornou ao clube paulista depois de cinco anos para ajudar a equipe na campanha do Nacional.

No entanto, o mau desempenho irritou os torcedores. Em novembro de 2009, ele se envolveu em uma confusão com três homens depois de ter suas atuações questionadas. Nas férias, Love manifestou o desejo de deixar o clube e rumar para o Flamengo, time para o qual torce no Rio de Janeiro.

Fonte: GloboEsporte