Palmeiras lidera o Brasileirão

Foi a quarta vitória do técnico Jorginho e a quinta do Palmeiras como mandante, em sete partidas disputadas

 O Palmeiras é o novo líder do Campeonato Brasileiro. Comandados pela dupla Cleiton Xavier e Diego Souza, que tiveram boas atuações, o Verdão derrotou o Santo André por 1 a 0, em partida disputada no estádio Palestra Itália.

Foi a quarta vitória consecutiva do técnico Jorginho, que definitivamente caiu nas graças da torcida.  Com o resultado positivo, o quinto dentro de casa em sete partidas disputadas, a equipe alviverde foi aos 25 pontos e, provisoriamente, é o primeiro colocado na tabela de classificação, à frente de Atlético-MG e Internacional, que só entrarão em campo neste domingo. Já o Santo André, que sofreu a sua terceira derrota na competição, permanece na sétima colocação, com 17 pontos. 

 As duas equipes voltarão a campo na próxima quarta-feira. O Palmeiras vai até Goiânia enfrentar o Goiás, em duelo que acontecerá no estádio Serra Dourada. Já o Ramalhão vai buscar a reabilitação na partida contra o Cruzeiro, marcada para o estádio Bruno José Daniel. Verdão comandou primeiro tempo Jogando em casa e com o estádio recebendo um bom público, o Palmeiras tomou a iniciativa da partida. Só que encontrou um adversário muito bem postado. Inteligentemente, o técnico do Santo André, Sérgio Guedes, bloqueou as laterais para conter os avanços de Wendel e Armero.

Pelo lado direito, Marcelinho Carioca fazia a marcação na intermediária. Pela esquerda, Élvis era o encarregado. Sem espaço pelas pontas, o Verdão então foi obrigado a afunilar o jogo pelo meio. O time jogava com o técnico Jorginho queria, ou seja, com velocidade nas trocas de bolas e muita movimentação para tentar confundir a marcação adversária. Aos 18min, o gol palmeirense só não saiu porque Obina perdeu uma chance inacreditável.

No lance, Edmílson chutou de fora da área, Neneca bateu roupa e, no rebote, livre de marcação, o atacante alviverde escorregou, o que permitiu o corte da defesa do Santo André.  Mas, cinco minutos depois, não teve jeito. Em bela jogada feita por Diego Souza pela direita, Marcelinho Carioca fez falta infantil em cima do camisa 7 rival. Na cobrança de Cleiton Xavier, Obina cabeceou, a bola bateu em Cesinha e sobrou livre para Diego Souza que, de pé direito, bateu firme, marcando o seu segundo gol no Campeonato Brasileiro. Festa da torcida no Palestra Itália.

 A vantagem não mudou o panorama da partida. O Palmeiras seguiu melhor em campo. Comandado por Diego Souza, em noite inspirada, o Verdão seguiu rondando o gol de Neneca constantemente. O Santo André, sem alternativa, adiantou sua marcação e finalmente resolveu sair para o jogo. Aos 38min, na única chance da equipe do ABC, Antônio Flávio cruzou da esquerda e Nunes, de cabeça, mandou à esquerda do gol de Marcos. Mas o Palmeiras respondeu ainda no primeiro tempo.

Aos 42min, Cleiton Xavier tabelou com Diego Souza, recebeu na frente e, de pé direito, bateu no canto esquerdo de Neneca, que fez bela defesa. Já nos descontos, Obina, após cruzamento de Wendel, disparou uma bomba de pé direito. Caprichosamente, a bola bateu no travessão de Neneca, que no rebote afastou o perigo. Ramalhão responde e pressiona Precisando reverter a vantagem adversária, o Santo André voltou com uma modificação para o segundo tempo.

O técnico Sérgio Guedes colocou o boliviano Pablo Escobar em campo, na vaga de Élvis. E, nos primeiros seis minutos, o Ramalhão assustou três vezes. Na primeira, Marcelinho Carioca cobrou escanteio pela esquerda e Antônio Flávio, de cabeça, tocou por cima do gol de Marcos. Na segunda, Antônio Flávio entrou livre pela direita e bateu cruzado, à direita do goleiro palmeirense. Na terceira, Marcelinho Carioca em cobrança de escanteio pela direita, acertou o travessão adversário. 

 Mas foi apenas uma pressão inicial. Logo, o Palmeiras retomou o controle da partida. Cleiton Xavier, com muita liberdade, passou a comandar o Verdão em campo e a equipe não demorou para voltar a criar chances para marcar o segundo gol. Aos 14min, Obina tocou para Ortigoza que, de calcanhar, tocou para Wendel. O lateral bateu firme, de pé direito, e Neneca fez grande defesa parcial. Na sobra, Marcel afastou o perigo pela linha de fundo.

Chances dos dois lados

 Aos 21min, o técnico Jorginho resolveu dar sangue novo ao ataque palmeirense, com a entrada de Willians na vaga de Ortigoza. Mas, quem quase marcou foi o Santo André. Marcelinho Carioca fez passe perfeito para Gustavo Nery que chutou cruzado. Marcos fez grande defesa e evitou o empate. O Palmeiras respondeu na sequência. Em contra-ataque rápido, Obina avançou pelo meio e, ao invés de tocar para Cleiton Xavier, que avançou livre pela esquerda, preferiu chutar de fora da área. A bola saiu à direita do gol de Neneca.

O jogo ganhou em emoção. Marcelinho Carioca, em dois lances de bola parada, deu muito trabalho ao goleiro Marcos. E o Palmeiras, que tinha o contra-ataque à disposição, falhava sempre no último toque. Na defesa, o goleiro Marcos gritava demais com os seus companheiros de defesa. Aos 32min, Marcelinho Carioca voltou a assustar.

Ele fez cruzamento primoroso para Nunes que, de cabeça, testou à esquerda de Marcos, com perigo. Cinco minutos depois, o Palmeiras teve a grande chance para matar a partida. Em contra-ataque, Obina recebeu belo passe de Cleiton Xavier, avançou livre, invadiu a área mas, na hora da conclusão, chutou em cima de Marcel, para desespero do torcedor palmeirense presente ao Palestra Itália. Nos cinco minutos finais, o Santo André partiu para o tudo ou nada.

O técnico Sérgio Guedes deu ainda mais força ao ataque com a entrada de Rodriguinho. No Verdão, Diego Souza deixou o gramado para a entrada de Deyvid Sacconi. Apesar da pressão do time do ABC, o Palmeiras soube segurar a importante vantagem. Que o transformou na melhor equipe do Campeonato Brasileiro.

Fonte: g1, www.g1.com.br