Palmeiras bate Figueirense de virada e vence a 1ª

Palmeiras bate Figueirense de virada e vence a 1ª

Com um golaço de voleio, o time visitante abriu o marcador na Arena Barueri com o atacante Júlio César

O Palmeiras entrou em campo para enfrentar o Figueirense, neste domingo, na Arena Barueri, com o pensamento na final da Copa do Brasil contra o Coritiba. Mesmo com um time reserva, os comandados do técnico Luis Felipe Scolari ganharam de virada por 3 a 1 e conquistaram o primeiro triunfo no Campeonato Brasileiro.

Com um golaço de voleio, o time visitante abriu o marcador na Arena Barueri com o atacante Júlio César, aos 30min do primeiro tempo. Sete minutos depois, o paraguaio Adalberto Román - que entrou no lugar do contundido Maurício Ramos na metade da primeira etapa, desviou escanteio cobrado por Maikon Leite e empatou o placar na Grande São Paulo.

O jogo se encaminhava para o empate quando Barcos, aos 39min, aproveitou falha do sistema defensivo do Figueirense para completar para o fundo das redes após novo escanteio cobrado por Maikon Leite. E depois de dar assistência para os outros dois gols do Palmeiras, Maikon Leite deixou sua marca aos 41min e fechou o placar na Arena Barueri.

E o triunfo na noite deste domingo na Arena Barueri foi o primeiro da equipe paulista no Campeonato Brasileiro. O resultado não tira o Palmeiras da zona de rebaixamento, mas pelo menos ultrapassa o rival Corinthians - que teve a partida contra o Botafogo adiada devido à final da Copa Libertadores contra o Boca Juniors - e o Santos, assumindo a 17ª posição com cinco pontos.

O próximo duelo do time alviverde será na mesma Arena Barueri pela final da Copa do Brasil, contra o Coritiba, quinta-feira, às 21h50 (de Brasília). Pela proximidade do duelo decisivo é que Felipão escalou uma equipe praticamente reserva neste domingo. O próximo desafio no Brasileiro será no domingo que vem contra a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli, em Campinas.

Já o Figueirense vai receber no mesmo dia o co-líder Vasco, às 16h (de Brasília), no Orlando Scarpelli. A equipe comandada pelo técnico Argel é o primeiro time fora da zona de rebaixamento, com apenas sete pontos conquistados em sete rodadas do Campeonato Brasileiro.

O jogo

A partida começou com bastante disposição dos dois times, mas com baixa qualidade técnica. Tanto que a primeira boa jogada construída aconteceu aos 21min do primeiro tempo. Maikon Leite recebeu passe na ponta direita, tocou para Barcos no meio e correu para receber na frente. O atacante finalizou colocado, mas o chute pegou muita curva e saiu à direita da meta defendida por Wilson. A reposta da equipe catarinense aconteceu aos 25min. Doriva cruzou da direita e Caio cabeceou, atrapalhado por Márcio Araújo, para fora.

O Figueirense começou a encontrar espaços na defesa adversária e Caio desperdiçou nova chance dois minutos depois, mas Júlio César não e o centroavante marcou um golaço na Arena Barueri. Aos 30min, Guilherme Santos fez boa jogada pelo lado esquerdo, cortou o marcador e cruzou para a área como os antigos laterais. Júlio César teve muita felicidade e acertou um belo voleio para marcar um golaço e colocar o clube visitante em vantagem contra o misto palmeirense.

Antes de o Figueirense abrir o marcador, o técnico Luis Felipe Scolari teve que colocar o zagueiro Adalberto Román na vaga de Maurício Ramos. E foi o jogador paraguaio que igualou o placar na Arena Barueri. Aos 37min, Maikon Leite cobrou escanteio pelo lado esquerdo do ataque, Román subiu na primeira trave e cabeceou. A bola ainda desviou em Dorival e entrou para o fundo das redes. Outro lance que chamou a atenção na etapa inicial foram as duas canetas seguidas do zagueiro Anderson Conceição nos jogadores rivais.

O time paulista voltou com uma postura agressiva no segundo tempo e o atacante Barcos teve duas boas oportunidades que foram desperdiçadas com grandes defesas de Wilson. Aos 6min, Felipe tentou o passe para Maikon Leite, a bola bateu na zaga e sobrou para o argentino, que dominou e finalizou para defesa do arqueiro do Figueirense. No minuto seguinte, Barcos recebeu passe de Maikon Leite de costas para o gol, girou e finalizou para o goleiro adversário espalmar para o lado.

Os dois treinadores alteraram os times, mas a partida voltou a cair de ritmo. Tanto que o Palmeiras só voltou a assustar em duas cobranças de falta de Daniel Carvalho, antes de sair para a entrada do chileno Valdivia. O Figueirense ainda assustou nos contra-ataques. Na chance mais clara, Aloísio finalizou da entrada da área para defesa de Deola, aos 30min.

E em dois minutos, o Palmeiras conseguiu resolver a partida e garantir a primeira vitória no Campeonato Brasileiro. Aos 39min, Barcos aproveitou falha de marcação do Figueirense após cobrança de escanteio para desviar e ver a bola entrar mansamente no gol. Dois minutos depois, Maikon Leite recebeu lançamento de Fernandinho, invadiu a área e tocou na saída de Wilson para completar o marcador.

Ficha técnica

PALMEIRAS 3 X 1 FIGUEIRENSE

Gols

PALMEIRAS: Adalberto Román, aos 37min do 1º tempo, Barcos, aos 39min, e Maikon Leite, aos 41min do 2º tempo

FIGUEIRENSE: Júlio César, aos 30min do 1º tempo

PALMEIRAS: Deola; Cicinho, Maurício Ramos (Adalberto Román), Thiago Heleno e Fernandinho; Márcio Araújo, João Vitor, Felipe (Mazinho) e Daniel Carvalho (Valdivia); Maikon Leite e Barcos

Treinador: Luis Felipe Scolari

FIGUEIRENSE: Wilson; Coutinho, Canuto, Anderson Conceição e Guilherme Santos; Dorival, Túlio, Fernandes (Roni), Botti (Pittoni); Caio (Aloísio) e Júlio César

Treinador: Argel

Cartões amarelos

FIGUEIRENSE: Caio, Túlio, Doriva e Aloísio

Público

2.580 pagantes

Renda

R$ 72,892,50

Árbitro

Francisco Carlos do Nascimento (AL)

Local

Arena Barueri, em Barueri (SP)

Fonte: Terra