Palmeiras bate Sucre e leva vaga nas quartas

Com o resultado, a equipe de Luiz Felipe Scolari enfrentará outro brasileiro nas quartas:

Após conquistar a vantagem de 1 a 0 no jogo de ida, na Bolívia, o Palmeiras definiu nesta quarta-feira o confronto das oitavas de final da Copa Sul-Americana com uma nova vitória sobre o Universitario de Sucre, por 3 a 1, na Arena Barueri. Todos os gols da partida foram marcados de cabeça: Kleber, Luan e Danilo anotaram pelo time da casa, enquanto Cirillo descontou.

Com o resultado, a equipe de Luiz Felipe Scolari - que dominou amplamente o confronto contra os bolivianos - enfrentará outro brasileiro nas quartas: o Atlético-MG, que perdeu do Santa Fe por 1 a 0 fora de casa, mas se classificou graças ao triunfo por 2 a 0 na ida, em Sete Lagoas.

O time alviverde foi a campo com uma formação mais ousada do que de costume, com o atacante Luan pelo lado esquerdo no lugar de Rivaldo, de características mais defensivas. Além disso, Valdivia, que a princípio estava vetado até para o clássico contra o Corinthians pelo Campeonato Brasileiro, foi surpreendentemente escalado como titular no meio. Completaram o setor ofensivo Tinga, pela direita, e Kleber, no comando de ataque.

Como era de se esperar, a equipe paulista começou pressionando os bolivianos, e abriu o placar com apenas 11min. Gabriel Silva recebeu de Valdivia na ponta esquerda e cruzou na medida para Kleber, que só teve o trabalho de escorar de cabeça no canto direito do goleiro Lampe.

Com boa movimentação do quarteto ofensivo, o Palmeiras não era ameaçado pelo Sucre. Os visitantes só chegaram uma vez na primeira etapa, com um chute de Sacha Lima aos 24min, que Deola espalmou para escanteio.

O segundo gol brasileiro não demorou a chegar, em jogada quase idêntica à do primeiro. Novamente, Valdivia acionou Gabriel Silva na esquerda e o lateral acertou cruzamento preciso para o meio da área, onde Luan desviou para as redes de cabeça, aos 27min.

O conforto palmeirense poderia aumentar ainda mais três minutos depois, quando o goleiro Lampe se atrapalhou com recuo de bola e derrubou Tinga, que ia em direção ao gol do Sucre. Porém, o árbitro paraguaio Antonio Arias deu apenas cartão amarelo para o camisa 1.

Logo no início da segunda etapa, uma torre de iluminação da Arena Barueri se apagou e a partida teve que ficar paralisada por 30 minutos, até que a energia elétrica voltasse. Logo após o reinício, quase Gabriel Silva conseguiu sua terceira assistência da noite: ele cruzou na cabeça de Kleber, mas o desvio do atacante foi salvo por Lampe, que se esticou para espalmar.

Mostrando pouca qualidade, mas muito empenho, o time boliviano conseguiu diminuir na bola parada, aos 15min. Sacha Lima ergueu na área em cobrança de falta e Cirillo, que havia acabado de entrar no jogo, desviou de cabeça na pequena área, dando esperanças aos visitantes.

O Palmeiras seguiu com o controle da partida e respondeu na mesma moeda aos 24min. Valdivia sofreu falta fora do lance na ponta esquerda e Marcos Assunção levantou a bola na área na cobrança; o zagueiro Danilo subiu mais que a defesa adversária e escorou para a rede, marcando o quarto gol de cabeça do confronto e fechando o placar.

FICHA TÉCNICA

Palmeiras 3 x 1 Universitario de Sucre

Gols

Palmeiras: Kleber, aos 11min, e Luan, aos 27min do 1º tempo; Danilo, aos 24min do 2º tempo

Universitario de Sucre: Cirillo, aos 15min do 2º tempo

Esquema Tático do Palmeiras

4-2-3-1

Deola; Márcio Araújo, Danilo, Fabrício e Gabriel Silva; Edinho e Marcos Assunção (Pierre); Tinga (Patrik), Valdivia e Luan; Kleber (Dinei). Técnico: Luiz Felipe Scolari

Esquema Tático do Universitario de Sucre

4-4-2

Lampe; Segovia, Albarracín, Aguirre e Bejarano; Liendo, Sacha Lima, Junco (Melgar) e Gallegos (Paz); Fernández (Cirillo) e Galindo. Técnico: Javier Vega

Cartões amarelos

Palmeiras: Kleber

Universitario de Sucre: Lampe, Segovia e Cirillo

Árbitro

Antonio Arias (PAR)

Local

Arena Barueri, Barueri (SP)

Fonte: Terra, www.terra.com.br