Palmeiras goleia Avaí com show de Valdivia

Desde a derrota no clássico contra o São Paulo, a equipe alviverde não perdeu mais

Decidido a usar mais a Arena Barueri, o Palmeiras, jogando no Pacaembu, goleou o Avaí por 4 a 1, nesta quinta-feira, e segue embalado no Brasileiro.

Desde a derrota no clássico contra o São Paulo, a equipe alviverde não perdeu mais: foram quatro vitórias e um empate, que deixam a torcida alviverde otimista.

Apesar de ocupar apenas o nono lugar ao fim da 28ª rodada, com 42 pontos, os comandados de Felipão estão a apenas dois pontos do Inter, quarto colocado no momento, e a sete do rival Corinthians, terceiro, que se classificaria para a Libertadores.

A partida foi marcada também pelos dois primeiros gols do chileno Valdivia desde o seu retorno ao time. Kleber (que perdeu um pênalti durante o jogo e converteu outro) e Gabriel Silva foram os autores dos outros.

Roberto fez o gol de honra dos catarinenses, que seguem sendo a primeira equipe fora da zona do rebaixamento, na 16ª colocação, com 29 pontos.

Na próxima rodada, os dois times jogam no domingo, às 16h10 (horário de Brasília). Fora de casa, o Palmeiras enfrenta o Botafogo. Na Ressacada, o Avaí recebe o Flamengo.

O jogo

O Avaí começou melhor, assustando o Palmeiras no Pacaembu. Logo aos 3min, Davi recebeu passe na área, tocou na saída de Deola e a bola explodiu no travessão. No rebote, Caio finalizou à direita do gol, perdendo ótima oportunidade.

Aos 6min, o time catarinense chegou de novo com muito perigo, quando Roberto dominou na área e concluiu cruzado. A equipe alviverde não conseguia sair do campo de defesa.

Porém, em sua primeira chegada, o time da casa conseguiu abrir o placar. Aos 11min, Marcos Assunção bateu falta da meia esquerda, Valdivia desviou de cabeça e mandou a bola no canto esquerdo de Zé Carlos. Foi o primeiro gol do chileno após 13 jogos disputados desde o seu retorno ao Palmeiras.

O gol sofrido diminuiu a empolgação inicial do Avaí e o jogo seguiu truncado. Aos 34min, Rivaldo chegou bem para o clube alviverde, em uma boa jogada individual em que entrou na área a arrematou forte, exigindo boa defesa de Zé Carlos.

Em uma jogada despretensiosa, os catarinenses chegaram ao empate. Aos 36min, em escanteio cobrado da esquerda, a bola é desviada no meio do caminho e sobrou para Roberto, em impedimento, concluir para o gol, prensado por Edinho.

Os visitantes ainda criaram uma última chance antes do intervalo, quando Gabriel soltou uma bomba, à esquerda do gol de Deola, em cobrança de falta frontal.

As equipes voltaram sem alterações para o segundo tempo, e, logo no início, o Palmeiras chegou ao segundo gol, de novo em jogada de Valdivia, que dominou na entraada da área, fintou o marcador e chutou no ângulo esquerdo.

Aos 8min, já depois da saída do lateral Vítor, do Palmeiras, que deixou o campo machucado para a entrada de Patrick, o árbitro Cláudio Francisco Lima e Silva começou a se complicar.

O juiz marcou uma infração duvidosa de Patric, do Avaí, em Rivaldo. Por reclamação, dois jogadores do time catarinense levaram amarelo antes da cobrança de Kleber, que bateu no meio do gol, para fácil defesa do goleiro Zé Carlos.

Na sequência do lance, antes de devolver a bola ao jogo, Zé Carlos provocou Kleber, caído no chão, e empurrou o rosto do atacante. O goleiro foi expulso e foi marcado um novo pênalti, para mais revolta dos jogadores catarinenses, que cercaram o árbitro.

Após confusão, Kleber cobrou a nova penalidade no canto esquerdo. Frio, o jovem goleiro Renan, que tinha acabado de entrar, não se moveu.

Com um a menos em campo e dois gols de desvantagem o Avaí foi mais facilmente dominado. Aos 25min, Gabriel Silva fez mais um dos belos gols do jogo, chutando com categoria de fora da área, no ângulo de Renan.

A goleada já estava estabelecida. Aos 39min, quase saiu o quinto: Kleber achou Valdivia na área e o meia chuta para excelente defesa de Renan.

Fonte: Terra, www.terra.com.br