Palmeiras quer evitar 1º revés de Felipão

Palmeiras quer evitar 1º revés de Felipão

Time paulista precisa vencer por três gols de diferença para conseguir a vaga

Apesar do pouco tempo de trabalho, Luiz Felipe Scolari terá sua primeira decisão nesta nova passagem pelo Palmeiras. Nesta quinta-feira (19), às 21h50 (horário de Brasília), no estádio do Pacaembu, o ídolo do torcedor alviverde comanda o instável time em uma missão extremamente complicada na Copa Sul-americana: reverter a derrota de 2 a 0 no jogo de ida contra o Vitória.

Aos jogadores, a ordem é manter a cabeça no lugar e também apresentar cuidados na defesa. Se levar um gol, o Verdão terá de marcar quatro tentos nos baianos para continuar com o sonho do título na Copa Sul-americana, que vai garantir uma vaga na Copa Libertadores da América-2011. O experiente volante Marcos Assunção dá a receita para conseguir o resultado.

- Inicialmente devemos pensar em marcar o primeiro gol. Até pelo placar de 2 a 0 haverá pênaltis. Não podemos ser afoitos, não pode querer fazer o segundo gol antes do primeiro.

Como conquistou a reabilitação no Campeonato Brasileiro diante do Atlético-PR, o Palmeiras ganhou muita confiança para desafiar um adversário indigesto. O Vitória traz péssimas lembranças aos palmeirenses, já que determinou o rebaixamento do clube em 2002 no cenário nacional e, no ano seguinte, chegou a aplicar no Verdão uma goleada por 7 a 2 em uma partida da Copa do Brasil.

Marcos Assunção afirma estar ciente das dificuldades históricas contra o rival, os palmeirenses pedem o apoio das arquibancadas.

- Nesse próximo jogo, vamos precisar bastante da torcida. O Vitória já tem 2 a 0 ao seu favor. Desde o princípio, temos de contar com a pressão dentro e fora de campo ao nosso favor. Na Bahia, a torcida do Vitória apoiou o tempo inteiro.

Na noite desta quinta-feira, outro fator traz uma motivação extra ao elenco comandado por Luiz Felipe Scolari. O maior ídolo do clube, o goleiro Marcos, alcança uma marca histórica: 500 partidas com as cores do Verdão.

Para tentar a reviravolta contra o Vitória, o Palmeiras chegou a testar uma formação com três atacantes (Luan, Tadeu e Ewerthon). Desta forma, o zagueiro Maurício Ramos pode ser sacado. Por outro lado, uma peça decisiva, o atacante Kleber, continua suspenso por uma expulsão pelo Cruzeiro na Libertadores. A escalação será confirmada apenas momentos antes da partida.

No Vitória, o técnico Toninho Cecílio pretende manter a base que venceu o Palmeiras na semana passada, com destaque para o veterano Ramon no meio-campo. No gol, está confirmado o retorno do experiente Viáfara, recuperado de uma lesão na mão. No setor de criação, Renato é o favorito para voltar ao time, já que o atacante Henrique não foi inscrito na Sul-americana.

FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS x VITÓRIA

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)

Data: 19 de agosto de 2010, quinta-feira

Horário: 21h50 (de Brasília)

Árbitro: Heber Roberto Lopes (Brasil)

Assistentes: Erich Bandeira e Dibert Pedrosa (ambos do Brasil)

PALMEIRAS: Marcos; Maurício Ramos (Tadeu), Danilo e Fabrício; Márcio Araújo, Edinho, Marcos Assunção, Tinga e Rivaldo; Luan e Ewerthon

Técnico: Luiz Felipe Scolari

VITÓRIA: Viáfara; Eduardo Diniz, Anderson Martins, Wallace e Egídio; Vanderson, Ricardo Conceição, Ramon e Renato; Elkeson e Schwenck

Técnico: Toninho Cecílio.

Copyright 1998-2008 GazetaEsportiva.net

Fonte: R7, www.r7.com