Palmeiras estreia com vitória na Taça Libertadores 2013

Palmeiras estreia com vitória na Taça Libertadores 2013

O Palmeiras foi para o jogo com três novidades na escalação

Entre críticas, trocas de jogadores, ambiente tumultuado e muita desconfiança, o Palmeiras se superou e fez uma boa estreia na Copa Libertadores, nesta quinta-feira. Diante do peruano Sporting Cristal, o time alviverde criou e perdeu diversas chances de gol, chegou a tomar um susto, mas conseguiu vencer por 2 a 1, no Pacaembu. Foi o primeiro jogo do Grupo 2, que tem ainda Tigre e Libertad - os dois duelarão na próxima quinta-feira, às 22h30 (de Brasília).

O Palmeiras foi para o jogo com três novidades na escalação e ainda uma mudança tática. Weldinho e Marcelo Oliveira estrearam nas laterais, com a proteção de Vilson como volante. Além disso, pela falta de atacantes, o time alviverde teve apenas Vinicius mais avançado, apoiado por Souza, Wesley e Patrick Vieira.

As mudanças fizeram o Palmeiras ter um bom desempenho desde o início, já que Patrick Vieira e Wesley desperdiçaram boas chances nos primeiros dez minutos de jogo. Outra boa chegada palmeirense aconteceu aos 24min, com Souza, que estava tendo boa atuação e chutou com perigo, mas para fora.

Com pouco poder ofensivo, o Sporting só assustava em chutes de longe e acabou castigado pelo mau futebol: aos 39min, após cobrança de escanteio de Wesley, Henrique cabeceou forte e marcou seu quarto gol na temporada. O lance deixou o time peruano perdido, já que por pouco o placar não foi ampliado por Patrick Vieira, após finalização na pequena área; por Alvarez, contra; e até em um belo voleio de Souza, bloqueado pela defesa.

No segundo tempo o time paulista parecia dominar a partida e já assustou aos 3min, após chute de Vilson, de fora da área. Porém, após perigosa finalização, o rebote ficou com Lobatón, que foi derrubado na área. O juiz marcou pênalti, e o próprio Lobatón cobrou com perfeição para empatar a partida aos 7min.

O lance obrigou Kleina a mexer no time de forma ousada - ele tirou Márcio Araújo para colocar o atacante Caio Mancha aos 15min. O Palmeiras até ficou mais desorganizado em campo, mas conseguiu buscar o segundo gol: aos 22min, Marcelo Oliveira foi para a linha de fundo, tocou rasteiro para Caio, que escorou a bola para Patrick Vieira encher o pé, balançar a rede e decretar o placar final.

Ainda houve tempo para drama, já que Kleina tirou Patrick, colocou João Denoni e naturalmente o time recuou para segurar o resultado. O Sporting teve três chances do empatar, mas falhou nas finalizações e saiu do Pacaembu com a derrota.

Fonte: Terra, www.terra.com.br