Mano: Seleção está no caminho para conquistar os brasileiros

Treinador comenta atuação do time, fala da vontade de ver Oscar e Ganso juntos e avalia como os mais jovens estão reagindo com a amarelinha


Para Mano, Seleção está no caminho para conquistar o povo brasileiro

A segunda vitória da Seleção na turnê por Alemanha e Estados Unidos deu ainda mais confiança aos jogadores e ao técnico Mano Menezes. Após triunfos sobre a Dinamarca (por 3 a 1, em Hamburgo) e o time americano (4 a 1, em Washington), o objetivo do treinador é que os torcedores brasileiros passem a acreditar mais no time canarinho para as próximas competições. A primeira delas, os Jogos de Londres.

- O trabalho longo é dividido em etapas porque você pode perder o referencial. Sempre foi dito que os Jogos de Londres seriam uma etapa importante, porque o nosso grupo de 2014 necessariamente será jovem. Com um resultado significativo, você vai dar confiança para eles seguirem até 2014, e segurança para o técnico de que estamos no caminho certo. Além disso, um bom resultado vai sinalizar para os torcedores que a nossa equipe merece essa confiança e que merecemos essa credibilidade. Estamos no caminho ? disse Mano.

O treinador afirmou ainda que a Seleção está colhendo frutos do trabalho que começou contra os Estados Unidos, em agosto de 2010. Na opinião do comandante, a mescla de jovens e atletas mais rodados desde o início ajudou na formação do grupo atual.

- Sempre convocamos um número de jovens para os amistosos. Se eles não jogaram, foram preparados para o ambiente da Seleção. Para chegar agora e sentir cada vez menos a responsabilidade de vestir essa camisa. A prova de que eles têm condições de estar aqui são eles mesmos que estão dando. Mas a parte de entender o que é a seleção brasileira foi dada aos poucos, e isso está influenciando na naturalidade como estão encarando esse momento.

Sobre a formação do grupo, Mano afirmou que gostaria de ver Oscar e Paulo Henrique Ganso atuando juntos na seleção brasileira. Porém, por conta de um cirurgia no joelho, o apoiador do Santos está fora dos amistosos.

- Estaríamos vendo os dois agora se o Ganso não tivesse feito uma cirurgia. Seria importantíssimo porque vamos formando ideia e tirando conclusões de formações que você precisa ver na prática. A teoria às vezes é bela. O Flamengo uma vez formou um ataque com Romário, Sávio e Edmundo, e você viu que não deu. Você pensa uma coisa e pode não dar certo na prática ? comentou, lembrando o trio ofensivo do Rubro-Negro no Campeonato Brasileiro de 95, quando o clube carioca quase foi rebaixado.

No próximo domingo, a Seleção vai enfrentar o México em Dallas, nos Estados Unidos, às 16h (de Brasília).


Para Mano, Seleção está no caminho para conquistar o povo brasileiro

Em Londres, Mano quer ver Ganso e Oscar juntos na seleção

Fonte: GloboEsporte.com