Para Silas, Flamengo deve esquecer Adriano e Love

Para Silas, Flamengo deve esquecer Adriano e Love

Com pior ataque do Brasileirão, Rubro-Negro deve ter dupla reserva contra o Cruzeiro

Talvez a principal missão de Silas à frente do Flamengo será fazer com que o ataque da equipe, o pior do Campeonato Brasileiro, funcione. Após comandar seu primeiro treinamento na segunda-feira (30), o treinador, com fama de ofensivo desde a temporada passada no Avaí, elogiou os atacantes rubro-negros. Porém, afirmou que o time ainda tenta se adaptar às ausências de Adriano e Vagner Love.

A badalada dupla Império do Amor defendeu o clube no primeiro semestre do ano e marcou mais da metade dos gols da equipe no período ? 38 dos 72 feitos pelo Flamengo até junho. Depois que os centroavantes deixaram à Gávea e retornaram ao futebol europeu, o rendimento ofensivo caiu consideravelmente: seis gols em 11 partidas.

- Os atletas que nós temos são esses e é com eles que nós vamos contar e dar apoio. Mas temos de ver que o Flamengo teve a saída de dois jogadores que vinham muito bem, o Adriano e o Vagner Love. Ficou um espaço vazio e leva certo tempo para os outros se acomodarem.

Contudo, os atuais atacantes flamenguistas têm demorado para acertar. O último gol de um jogador do setor foi há oito rodadas, no empate por 1 a 1 diante do Avaí, quando Diego Maurício balançou a rede. De lá para cá, foram sete jogos e somente dois gols marcados.

Diante do fraco desempenho ofensivo, o Rubro-Negro tem o pior ataque do Brasileirão, ao lado de Ceará e Atlético-GO, todos com 14 gols. Algo que não chega a assustar Silas, que, em 2009, comandou o Avaí do começo ao fim do Nacional e o time marcou 61 gols em 38 partidas, terminando a competição com o quarto melhor ataque, número superior ao campeão Flamengo, que anotou 58 gols.

- Daqui a pouco a bola vai começar a entrar. Repito que o elenco é muito bom. Já vi esse grupo jogar e o conheço bem. A diferença na tabela é grande, mas já aconteceu no ano passado uma arrancada e pode acontecer de novo. Vim para trabalhar e aposto muito neste time.

No entanto, apesar do entusiasmo, Silas terá problemas logo no ataque na sua estreia, que acontecerá nesta quarta-feira (1º), diante do Cruzeiro, em Uberlândia. O recém-contratado Diogo, com torção no tornozelo esquerdo, está vetado. Leandro Amaral, com dores no joelho esquerdo, também deve ficar fora.

Isso sem falar em Deivid, que ainda realiza trabalhos físicos separadamente e, na melhor das hipóteses, só poderá passar a ser aproveitado diante do Santos, no domingo (5). Desta forma, a dupla de frente deverá ser formada por Vinicius Pacheco e Val Baiano, este último o principal alvo dos torcedores, principalmente depois da atuação na derrota por 2 a 1 para o Guarani, na última rodada.

- Acho que o Flamengo jogou muito bem contra o Guarani e merecia vencer. Se o Val Baiano faz aquele gol [perdeu cara a cara com o goleiro], o time abria 2 a 0. Mas, como eu já disse, a bola vai começar a entrar e, se a equipe repetir aquela atuação, terá tudo para voltar a vencer.

Fonte: R7, www.r7.com