Para título, Corinthians precisa de 63% dos pontos e volta por cima

Para título, Corinthians precisa de 63% dos pontos e volta por cima

O Corinthians encerrou o primeiro turno do Campeonato Brasileiro na liderança, mas a preocupação ronda o clube

O Corinthians encerrou o primeiro turno do Campeonato Brasileiro na liderança, mas a preocupação ronda o clube. Depois de um início arrasador, com nove vitórias e apenas um empate, o Timão viu seu desempenho despencar nas últimas nove rodadas. Com números de um sério candidato ao rebaixamento neste período recente, o Alvinegro vai precisar se recuperar na metade final para tentar levar seu quinto título nacional.

A partir do dia 24 de julho, data do revés por 1 a 0 para o Cruzeiro, a primeira no Brasileirão, o Corinthians iniciou sua queda no torneio. Foram apenas duas vitórias, três empates e quatro derrotas. Em comparação com o desempenho dos outros 19 clubes neste período, o Timão estaria na 18ª colocação, com nove pontos, superando apenas América-MG (sete) e Atlético-MG (quatro). A liderança estaria dividida entre Vasco e Botafogo (18), com o Atlético-GO em terceiro (17).

Ponto positivo do clube desde 2008, ano em que retornou à Primeira Divisão, a defesa do Corinthians também oscilou. O time sofreu 14 gols em nove partidas, quarto pior rendimento entre os 20 clubes ? é melhor apenas que América-MG (15), Avaí (18) e Atlético-MG (20). Somente nos últimos quatro jogos, o Alvinegro levou oito bolas na rede.

A série ruim de resultados não só aumentou a pressão sobre o técnico Tite como também acabou com toda a tranquilidade da equipe na primeira colocação. O Timão chegou a abrir sete pontos de vantagem para o segundo, diferença que caiu apenas para um após a derrota por 2 a 1 para o Palmeiras, domingo passado, em Presidente.

- A gordura secou. O Flamengo tem um grupo forte, São Paulo, Cruzeiro e Vasco estão chegando. Perdemos, mas estamos jogando contra grandes equipes buscando o mesmo que o Corinthians quer (o título). Temos de valorizar esses clubes e continuar trabalhando ? afirmou o atacante Emerson.

Meta: média de campeão, com 73 pontos

A queda de rendimento na metade final do primeiro turno vai obrigar o Corinthians a apresentar números bem melhores para tentar ficar com a taça. Desde que o Brasileirão passou a ter 20 clubes, em 2006, o campeão obtém em média 73 pontos. Com o desempenho que acumulou até a décima rodada, com 28 pontos, o Timão teria de conquistar mais 45 (53,5%) para atingir esta marca. Agora, para chegar aos 73, o Alvinegro necessita ficar com 63% dos pontos que disputará em todo o segundo turno.

Para atingir a porcentagem, o clube do Parque São Jorge precisará repetir o desempenho da primeira parte do Brasileirão. Em 19 rodadas, o Timão obteve 64,9%, com 11 vitórias, quatro empates e quatro derrotas. O problema é que os adversários diretos estão próximos. O Flamengo tem 63,2%, contra 61,4% de Vasco e São Paulo.

A pontuação final do campeão pode variar para cima ou para baixo. Em 2006, o São Paulo levou a taça com 78 pontos, quantia que vem caindo ano a ano. Nas duas edições seguintes, para ser campeão mais duas vezes, o Tricolor fez 77 e 75, respectivamente. Já em 2009, o Flamengo acumulou somente 67, número que subiu um pouco em 2010, com o Fluminense, passando para 71.

- Precisamos dar uma acelerada. Quarta-feira temos um jogo importante (contra o Grêmio, às 18h, no Pacaembu). Com uma boa vitória podemos buscar uma sequência de triunfos ? finalizou o Sheik.

Fonte: GloboEsporte