Parnahyba faz estreia nesta quarta contra o Ceará às 22h

Para o técnico Fernando Tonet, do Parnahyba, o fator psicológico muito influencia no rendimento dos atletas

Depois de classificar-se na segunda posição para o quadrangular decisivo do segundo turno do Campeonato Piauiense, o Parnahyba agora volta o foco para a Copa do Brasil. A es-treia do time azulino acontece hoje, às 22h, no estádio Dirceu Mendes Arcoverde, o Verdinho, em Parnaíba. O adversário é o Ceará, que ainda comemora a conquista do tetracampeonato estadual no Ceará.

Para o técnico Fernando Tonet, do Parnahyba, o fator psicológico muito influencia no rendimento dos atletas. Após a vitória sobre o Caiçara pelo Piauiense e, consequentemente, a classificação, Tonet acredita em boa apresentação diante da torcida contra o Vovô, mesmo ressaltando a distinção en- tre os campeonatos e a qualidade do adversário.

O Ceará, por sua vez, vai a campo com um time praticamente reserva, já que o foco é realmente a série B do Campeonato Brasileiro (no sábado, o Vozão encara o Náutico no Castelão, em Fortaleza) e a comissão técnica achou por bem poupar os titulares. No grupo que viajou ao Piauí, constam sete atletas da base do alvinegro. A delegação da equipe cearense ficou concentrada na cidade de Luís Correia-PI e, ontem fez trabalho técnico/tático em Parnaíba no turno da tarde.

Vale lembrar o fato de que, caso marque dois ou mais gols de diferença, o Ceará elimina o jogo da volta. O duelo entre Tubarão e Vovô terá um trio de arbitragem maranhense. O árbitro central será Mayron F. dos Reis Novais, enquanto o assistente número 1 será Aelson Mariano Campelo Gomes. Já Sandro do Nascimento Medeiros atuará como assistente de número dois. O piauiense Antônio José Lopes Trindade de Sousa será o quarto árbitro.

Pretinho pede apoio da torcida

O maior artilheiro da história do 4 de Julho de Piripiri fez seu chamado - e tem tudo para ser atendido. O experiente atacante Pretinho quer a presença da torcida na Arena Ytacoatiara, em Piripiri, para o duelo contra o Flamengo-PI, válido pelas semifinais do segundo turno do Campeonato Piauiense 2014. O jogo acontece no sábado (03), às 19h.

E o atacante comparou a simpática praça esportiva piripiriense com um dos mais conhecidos ?caldei-rões? do futebol sul-americano. ?Nossa torcida está confiante no time, e vai lotar nosso estádio. Em Teresina o time jogou bem, mas infelizmente não saiu com a vitória. Agora é na nossa casa. Lá é nossa Bombonera, o campo que conhecemos bem?, disse o atleta.

Questionado a respeito dos motivos que fizeram o 4 de Julho obter uma mudança total de postura do primeiro para o segundo turno (a equipe se classificou em primeiro para o mata mata), o goleador colorado creditou a receita de sucesso ao técnico português Luís Miguel. ?Foi a chegada do professor, além de alguns jogadores. Ele (Luís Miguel) não inventou muito. Trouxe um novo esquema de jogo com o qual o time se encaixou, e que vem dando certo. Na verdade, o time vem se superando a cada partida?.

No começo da partida contra o Flamengo-PI na sétima e última rodada da fase classificatória do segundo turno do Piauiense, Pretinho assustou a torcida colorada ao sentir uma pancada durante um choque de jogo,

precisando ser atendido fora do gramado pela equipe de profissionais da saúde que estava presente ao LM. Mas, segundo o próprio, foi só um susto. ?Senti uma pancada e um dos braços ficou dormente. Fiquei com medo, mas já está tudo bem?, disse o atacante, dono de quatro gols no estadual até aqui.

Joniel prevê jogo difícil

Quem também tem quatro gols na competição é o atacante Joniel, do Flamengo-PI. No último compromisso do rubro-negro, o veterano atacante saiu do banco de reservas para a vaga de Tuta e, aos 22 minutos da etapa complementar da partida, fez o gol que selou a vitória - e a classificação - da Raposa.

?Tive a felicidade de marcar e ajudar o Flamengo. Mas se em Teresina foi difícil, sabemos que lá em Piripiri será ainda mais, porque eles tem uma boa equipe. Mas garanto que o Flamengo só pensa em uma coisa: vencer?, complementou o atacante.

Fonte: Dowglas Lima