Pelé rebate Maradona: Messi tem de fazer primeiro mil gols

Pelé elogia Messi, mas não acredita que argentino será o melhor da história

Sempre polêmico, Diego Maradona avaliou durante a semana passada que Lionel Messi está a caminho de se tornar o melhor jogador da história do futebol. Porém, Pelé nem leva a sério essa possibilidade. Em entrevista concedida neste sábado, o campeão das Copas do Mundo de 1958, 1962 e 1970 foi até irônico ao ser questionado sobre o jogador do Barcelona.

"Sempre ficam querendo comparar Pelé a alguém", disse. "Mas sempre brinco com meus amigos argentinos e digo que eles precisam primeiro escolher que é o melhor da Argentina. Depois, quando um deles conseguir fazer mil gols, aí a gente pode começar a conversar".

Na declaração, a referência do brasileiro é ao fato de, a princípio, Alfredo Di Stefano ter sido apontado como o grande jogador da história argentina. Depois, Maradona virou o nome da vez, mas o próprio técnico da Argentina aumentou a polêmica ao apontar que Messi pode superar tanto ele próprio quanto Pelé.

Apesar da ironia, o eterno ídolo do Santos não deixou de elogiar Messi. Ele lembrou que já até teve uma conversa com o argentino, quando o jovem, 22 anos, concorreu com Kaká pelo prêmio de melhor jogador do mundo da Fifa, em 2007.

"O Messi não ganhou, mas lembro que comentei com ele: "o próximo vai ser você". Demorou um pouco mais, mas ele acabou ganhando. É um grande jogador", afirmou Pelé, mencionando a honraria que o argentino ganhou em 2009.

O ex-atleta, cujas declarações vieram antes do clássico deste sábado, no qual o Barcelona bateu o Real Madrid fora de casa por 2 a 0 com um gol do atacante, só fez uma ressalva: o astro do Campeonato Espanhol precisa mostrar seu talento na Copa do Mundo da África do Sul para confirmar a boa fase.

"Ele joga muito bem no Barcelona, mas na seleção argentina não conseguiu mostrar todo o seu talento. Talvez nesta Copa ele consiga. Vamos aguardar", completou Pelé.

Fonte: Terra