Pelo quarto ano consecutivo, Neymar é finalista do Prêmio Puskas da Fifa

Gol do brasileiro na estreia na Copa das Confederações, contra o Japão, está na lista dos dez melhores gols do ano.

A Fifa divulgou na manhã desta segunda-feira os finalista do Prêmio Puskas, que elege o gol mais bonito do ano. Pelo quarto ano seguido, Neymar está entre os melhores. O gol do brasileiro na vitória por 3 a 0 sobre o Japão, na estreia da Copa das Confederações, em 15 de junho, no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, é um dos candidatos.


Pelo quarto ano consecutivo, Neymar é finalista do Prêmio Puskas da Fifa

Neymar já venceu o Prêmio Puskas em 2011, com o gol antológico que marcou na derrota do Santos para o Flamengo, por 5 a 4, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro. Em 2010, ele concorreu com um lance contra o Santo André, pelo Campeonato Paulista. No ano passado, o golaço do brasileiro contra o Internacional, pela Libertadores, entrou na lista dos três melhores, mas perdeu a eleição para o eslovaco Miroslav Stoch, do Fererbahçe.

No dia 9 de dezembro, a Fifa vai divulgar os três gols finalistas, que irão concorrer ao Prêmio Puskas. O vencedor será conhecido em 13 de janeiro, durante a Bola de Ouro, em evento em Zurique, na Suíça.

Um outro gol marcado no Brasil também está na lista. O atacante uruguaio Juan Manuel Olivera, do Náutico, concorre com o golaço que marcou neste ano no clássico contra o Sport, pela Copa Sul-Americana, na Arena Pernambuco.

Outro craque do futebol mundial que está na final do Prêmio Puskas é o sueco Zlatan Ibrahimovic. O gol de bicicleta de fora da área, no amistoso contra a Inglaterra, ainda em 2012, é um dos principais concorrentes. A pintura do atacante do Paris Saint-Germain é candidata neste ano pelo fato de a lista já ter sido fechada na ocasião.

Entre os dez gols finalistas, também há duas concorrentes femininas. A francesa Louisa Necib, do Lyon, aparece na lista por um lance contra o Saint-Étienne. Já a australiana Lisa De Vanna é lembrada por um gol pelo campeonato local.

Fonte: GloboEsporte