Petkovic diz que Flamengo está em evolução

Petkovic diz que Flamengo está em evolução

Meia elogia o novo técnico e espera que a reação comece nesta quarta-feira

Contra Atlético-PR, Atlético-MG e Guarani, o Flamengo não jogou mal, só que não conseguiu vencer. Perdeu para paranaenses e paulistas fora de casa e empatou com os mineiros no Maracanã. Esta é a visão do meia Petkovic, que enxerga uma evolução no time. Na manhã desta terça-feira, ele viajou com a delegação rubro-negra para Uberlândia-MG. Nesta quarta, o time enfrenta o Cruzeiro, pela 18ª rodada do Brasileirão. O jogo marca a estreia do técnico Silas. Apresentado ao grupo de jogadores nesta segunda, ele teve uma conversa reservada com o camisa 10 e disse que espera muito do sérvio. Pet também está otimista e acredita que o treinador vai ajudar.

- A conversa foi rápida, normal, comum de apresentação de um novo treinador. As mudanças no futebol acontecem. Muitas vezes, participantes de tudo isso, acatamos, mas não gostamos, porque começamos a nos acostumar com o antigo. Mas todo mundo já passou por esta situação. O Silas é um técnico parecido com o Rogério (Lourenço), que jogou futebol, é novo (45 anos). Como qualquer técnico, o grupo o recebeu muito bem. Somos profissionais, a relação vai ser boa, vamos dar continuidade ao trabalho, vamos ter de nos adaptar à nova filosofia. Silas já tem passagem por grandes clubes, já mostrou que tem competência como treinador, como já teve como jogador. Espero que nos ajude para que possamos encontrar o caminho certo ? disse, no aeroporto Santos Dumont.

O Flamengo ocupa a 13ª posição na tabela, com 21 pontos. Pouco para o atual campeão brasileiro, segundo Petkovic.

- Nós temos a qualidade, a maioria do elenco é do ano passado, que foi campeão. Os jogadores contratados têm potencial. Falta alguma coisa que às vezes, pelas circunstâncias, pelo que passamos nos últimos meses, acontece de a bola não entrar e os resultados não foram aqueles que esperávamos. Esperamos que o Silas encontre isso que falta e que possamos ter melhorias em breve, que ele comece a botar o Flamengo onde ele tem de estar, pelas características do clube e pela capacidade do elenco. A evolução do Flamengo está presente nos últimos jogos. Claro que ainda tem a chegada de outros jogadores. O Diogo se encaixou muito bem, mas nesta próxima partida vai ser desfalque (lesão no tornozelo esquerdo), o Deivid ainda não estreou (deve jogar no próximo domingo), alguns jogadores que vieram ainda não atingiram a forma física ideal, o ritmo de jogo. Mesmo assim evoluímos ? analisou.

Pet diz que os resultados recentes incomodam muito, mas lembra que não há tempo para lamentar.

- Contra o Atlético-PR, jogamos bem, mas perdemos. Contra o Atlético-MG, poderíamos ganhar e não ganhamos. Este último jogo estava praticamente ganho e perdemos (contra o Guarani, de virada, por 2 a 1). Infelizmente isso nos deixou muito abalados, principalmente o último jogo. Os dois gols aconteceram nos acréscimos, uma coisa que não podemos mais repetir. E não adianta lamentar. Temos de erguer a cabeça e dar continuidade à evolução. Quando tem mudança no comando técnico, geralmente há uma mudança rápida, visível. Espero que aconteça no Flamengo e que possamos apresentar logo no primeiro jogo do Silas. Teremos praticamente um dia de trabalho, pouca coisa de organização, de mudança, mas esperamos um resultado positivo contra um time que é muito difícil, que é o Cruzeiro ? destacou.

O time fará o último treino antes da partida às 15h30m, no Uberlândia E.C. O Flamengo se queixa que, uma semana após ceder a Gávea para os mineiros treinarem, não teve permissão para reconhecer o Parque do Sabiá, local do jogo, que será às 22h (de Brasília).

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com