Phelps supera "gula", tenta recuperar forma e despista sobre 2016: "Não sei"

Aposentado, americano diz que chegou a comer dez hambúrgueres por dia

Michael Phelps aproveitou o tempo fora das piscinas para comer. E muito. Maior vencedor da história das Olimpíadas, com 22 medalhas no total, o americano não desperdiçava o que visse pela frente. Chegava até a comer dez hambúrgueres por dia, além de um pote de sorvete. Mas, aos poucos, o ex-nadador tenta voltar à forma. E, ainda que negue planejar seu retorno água, deixa uma volta rumo aos Jogos de 2016, no Rio de Janeiro, em aberto.


Phelps supera

- Eu amo o que estou fazendo agora. A chance de viajar, jogar golfe, ir para onde eu realmente quero viajar é incrível. Eu voltei a me exercitar um pouco, tentando voltar a ter algum tipo de forma. Eu não sei (quais são as chances de voltar). Agora, tudo o que eu posso dizer é que as chances não são grandes. Amanhã, não sei ? afirmou o nadador em entrevista ao canal NewsChannel 15.

Durante a entrevista, Phelps contou que, desde os Jogos de Londres, quando anunciou sua aposentadoria, não controlou a fome. Acostumado a ter uma alimentação balanceada, se entregou aos prazeres da comida.

- No tempo em que eu estava realmente engordando, cheguei a comer nove, dez hambúrgueres, colocava para dentro o máximo de comida que tinha na minha cara. Eu estava perdendo a linha. Estava comendo tudo o que tinha na minha frente ? afirmou.

Em maio, chegou a ser cogitado que Phelps retornaria da aposentadoria, o que não aconteceu. Ao ser perguntado sobre o assunto em Barcelona, durante o Mundial, onde cumpriu agenda com patrocinadores, Phelps foi evasivo, mas deixou seu futuro no ar.

- Não sei. Estamos em 2013. Não há nada em curso neste momento. Meu agente perguntou onde quero estar daqui a 1, 5, 10 anos. Mas ainda tenho de tentar por isso no papel.

Fonte: GloboEsporte