Polêmica no Santos: Demissão de Dorival Júnior por punir Neymar repercute em jornais da Europa

Polêmica no Santos: Demissão de Dorival Júnior por punir Neymar repercute em jornais da Europa

Na Espanha, o As foi rápido. "Veto a Neymar custa cargo de técnico do Santos"

Menos de 24 horas depois do anúncio da demissão de Dorival Júnior, a situação do Santos se transformou em assunto da imprensa da Europa. Jornais de Portugal e da Espanha noticiaram o racha do treinador com Neymar já nesta quarta-feira através de suas páginas na internet.

Na Espanha, o As foi rápido. "Veto a Neymar custa cargo de técnico do Santos", anuncia a publicação de Madri, que explica: "o técnico do Santos, Dorival Júnior, foi despedido hoje (quarta-feira na Espanha) depois de vetar por indisciplina o astro da equipe, o atacante Neymar, para a próxima partida do campeonato contra o líder Corinthians".

Em sua matéria, o jornal também cita as "constantes faltas disciplinares" de Neymar, lembrando as discussões com rivais e dos fatos ocorridos nos últimos dias - como o pênalti que não bateu contra o Atlético-GO e a multa salarial recebida após a discussão com Dorival.

Em Portugal, os principais jornais esportivos do país também destacaram a inesperada demissão. "Braço de ferro com Neymar custa o cargo ao técnico", afirma o A Bola. "Treinador do Santos despedido por insubordinação", concorda o Record.

No primeiro jornal, o relato lembra que Neymar foi afastado do time por sua "falta de profissionalismo na partida frente ao Atlético (Goianiense)". Além disso, lembra que a "direção do Santos não aceitou que Dorival Júnior tivesse suspendido Neymar" e afirmou que "Dorival Júnior já é cobiçado por outros times brasileiros".

O segundo jornal, por sua vez, lembra as conquistas de Dorival Júnior à frente do Santos - o Campeonato Paulista e a Copa do Brasil. Além disso, confirma que o atacante "regressa aos relacionados para o encontro desta noite, após ter sido suspenso pelo clube por ofensas aos seus colegas".

Na Inglaterra, alguns jornais já vinham falando há alguns dias sobre os problemas comportamentais do atleta - diziam, inclusive, que o Chelsea, que tentou contratá-lo em julho e promete tentar novamente em janeiro, já está preocupado com a situação dele. No site da rádio Peace FM, os ingleses destacam a demissão.

Fonte: Terra, www.terra.com.br