Política vascaína ferve para evitar volta de ex-presidente Eurico Miranda

Do outro lado, algumas chapas estudam a união para combater o crescimento de Eurico Miranda

A eleição do dia 6 de agosto promete ser agitada no Vasco. A chapa "Volta Vasco! Volta Eurico!" tem se movimentado em busca de nomes de peso para ganhar a simpatia de vascaínos afastados do clube. Do outro lado, algumas chapas estudam a união para combater o crescimento de Eurico Miranda próximo às eleições presidenciais.

O ex-atacante Edmundo tem costurado a reunião da oposição contra o ex-presidente do Vasco e já iniciou campanha através de seu perfil em uma rede social. O agora comentarista postou foto ao lado de Juninho Pernambucano e Felipe, com a legenda: ?fizemos história dentro do campo! E com o seu apoio queremos mudar a história atual do nosso querido clube de regatas Vasco da Gama?.

Esta é a forma que Edmundo está encontrando para entrar na vida política do seu clube de coração. O sonho do ex-atacante é ser presidente do Vasco, mas ele não tem vida associativa mínima para concorrer a algum cargo nas atuais eleições. O estatuto exige 5 anos, no mínimo, e Edmundo ainda não tem dois anos.

No entanto, o grupo que o ex-atacante está reunindo ainda não encontrou um nome de consenso para concorrer. Fernando Horta, presidente da Unidos da Tijuca, não aceitou o convite devido às suas atividades empresariais (ele é dono de uma vidraçaria e tem uma vinícola em Portugal). Nomes como Olavo Monteiro de Carvalho, Jorge Salgado, Leonardo Gonçalves e Eduardo Machado e o próprio Fernando Horta são tidos como certos nesta união de chapas, mas nenhum como o candidato da oposição a Eurico.

Edmundo viria como diretor executivo de futebol, mas ele já foi desaconselhado por amigos devido a pendências que tem a receber do clube por causa de processos judiciais que moveu após atrasos salariais. Das seis chapas inscritas (confira a relação abaixo), a ideia de Edmundo é ter apenas esta contra a comandada por Eurico Miranda.

Do outro lado, o ex-presidente do Vasco procurou pessoas influentes em busca de apoio às eleições. Uma das plataformas de Eurico Miranda é ter uma administração profissional no clube, algo bem diferente do que ele praticou durante a sua gestão.

Prova disso é que os executivos Rodrigo Caetano, diretor de futebol, e Cristiano Koehler, CEO do Vasco, serão mantidos caso Eurico seja eleito. Na área jurídica, ele procurou um famoso escritório no Rio de Janeiro para representar o clube junto às entidades (FERJ, CBF e FIFA).

Chapas inscritas para as eleições:

É Vasco - Eduardo Machado (do grupo Pró-Vasco, ex-vice-presidente de marketing) e Leonardo Gonçalves (da Cruzada Vascaína)

Vira Vasco - Nelson Rocha (ex-vice-presidente geral e ex-vice de finanças)

Vasco Passado a Limpo - Tadeu Correia (vice-presidente infanto-juvenil)

Chapa Azul - Otávio Gomes

Volta Vasco! Volta Eurico! - Eurico Miranda (ex-presidente do Vasco)

Identidade Vasco - Roberto Monteiro (vice-presidente do Conselho Deliberativo)

Fonte: Terra