Por "mala branca", Elizeu Aguiar é afastado do River Atlético Clube

A punição foi dada pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva

O presidente do River Atlético Clube, Elizeu Aguiar, foi punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por envolvimento em um episódio de mala branca ainda na disputa da série D do ano passado. O dirigente foi acusado de fazer uma oferta financeira a jogadores do Interporto para uma partida contra o Remo, pela penúltima rodada da fase classificatória da quarta divisão. Uma vitória dos tocantinenses ajudaria o River a se classificar às oitavas, mas o Galo acabou não passando à fase seguinte.

Elizeu foi denunciado com base em dois artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva: o 242 (Dar ou prometer vantagem indevida a membro de entidade desportiva, dirigente, técnico, atleta ou qualquer pessoa natural mencionada no art. 1º, § 1º, VI, para que, de qualquer modo, influencie o resultado de partida) e o 243-A (Atuar, de forma contrária à ética desportiva, com o fim de influenciar o resultado de partida).

Com isso, o dirigente foi punido com uma suspensão de 180 dias, além de multa no valor de R$ 30 mil. Na tarde desta quinta, a diretoria riverina publicou uma nota oficial sobre a punição. Confira na íntegra:

"Em cumprimento à decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que afastou o presidente do River Atlético Clube, Elizeu Aguiar, por 180 dias de suas atividades junto ao clube, a diretoria tricolor confirma o afastamento oficial do mesmo pelo período determinado e anuncia que, automaticamente, o vice-presidente Júlio Arcoverde assumirá a presidência do clube.

A diretoria tricolor recebe esta decisão com muito pesar, mas garante aos torcedores tricolores que vai continuar o planejamento e o trabalho que estava sendo executado pelo então presidente Elizeu Aguiar. O vice-presidente de futebol profissional do River, Renato Berger vai responder diretamente pelos assuntos voltados à pasta e continuar trabalhando na execução do planejamento da equipe profissional.

Os demais diretores seguem o mesmo ritmo, com o objetivo permanente de buscar a conquista da Série D do Campeonato Brasileiro, fortalecer o programa Torcedor de Vantagens, seguir com a revitalização das categorias de base e etc.

A partir desta data (11.06.2015), Elizeu Aguiar, por 180 dias, não poderá mais responder pelo River Atlético Clube".


Repórter: Dowglas Lima


Fonte: Dowglas Lima