Prefeitura dispensa 720 atletas apoiados para reestudar gastos

Com um corte de R$ 1 milhão, a prefeitura retirou o apoio a alguns esportes olímpicos

A prefeitura de São Caetano do Sul (SP) dispensou 720 dos 986 atletas que recebiam o seu apoio no início desta semana. Os atletas demitidos tinham contrato até dezembro do ano passado, mas, visando a uma revisão dos gastos da pasta de esporte, o órgão decidiu não renovar com esportistas de algumas modalidades. Os judocas Carlos Honorato e Edinanci Silva, e o lutador de taekwondo Diogo Silva, foram alguns dos prejudicados pela decisão.

Com um corte de R$ 1 milhão, a prefeitura retirou o apoio a alguns esportes olímpicos, como judô, boxe e taekwondo. Apenas as modalidades que contam com patrocínio próprio, como ginástica olímpica, atletismo e futsal serão mantidas. Com a municipalização de 16 times, a pasta pretende dar mais apoio ao esporte de base e comunitário, investindo nas modalidades de base.

No momento, a prefeitura faz a reavaliação dos gastos e traça os planos para o ano de 2011, sendo que algumas modalidades olímpicas poderão voltar a receber o apoio, enquanto outras serão extintas. O objetivo é incentivar os clubes municipais, aumentando o número de professores e de funcionários que irão atender a população.

Uma das equipes mais fortes nos Jogos Abertos do Interior, São Caetano garantiu que continuará investindo pesado nas modalidades disputadas no torneio paulista. A equipe do ABC paulista venceu perdeu apenas uma das últimas 14 edições da competição.

Fonte: Webventure