Prejuízo do Fla com incêndio será R$ 800 mil, prevê vice-presidente

De material, o prejuízo é de cerca de R$ 500 mil. Somando a parte elétrica, o total é de R$ 800 mil.

A ginástica artística rubro-negra será a mais afetada com as consequências do incêndio na sede social do Flamengo, na manhã desta quinta-feira. O ginásio Cláudio Coutinho, na Gávea, foi tomado pelas chamas, e boa parte dos aparelhos do local foi destruída. Estima-se que o prejuízo seja em torno de R$ 800 mil. Apesar do susto, não houve feridos.



- Tivemos um contratempo, mas funcionários trabalharam em situação de conflito. Os bombeiros chegaram rapidamente, e o fogo foi controlado. O seguro está em dia e, quando a perícia liberar o local, a obra de recuperação começa ? afirmou a presidente Patrícia Amorim.

De acordo com estimativa dada pelo vice-presidente do Fla-Gávea, Cacau Cotta, o clube teve R$ 800 mil de prejuízo. Ele confirmou, entretanto, que o seguro contra incêndio, de R$ 10 milhões, está em dia.

- De material, o prejuízo é de cerca de R$ 500 mil. Somando a parte elétrica, o total é de R$ 800 mil. Tivemos 25% do ginásio destruídos. A parte estrutural não foi prejudicada e em 45 dias, no máximo, concluímos a reforma a partir da liberação da Defesa Civil - disse Cacau Cotta.

Ao ser questionado sobre as possíveis causas do incêndio, o dirigente disse que ainda não é possível saber exatamente o que aconteceu.

- Não descarto nada. A princípio, a obra (com maçaricos) não tinha começado. A caixa de luz está intacta. Não quero especular porque pode ter sido criminoso, pode ter sido descuido, pode ter sido cigarro, parte elétrica. Não há indício a olho nu. O laudo dos Bombeiros e da Defesa Civil é que vai dizer. O laudo sai em 30 dias, e a presidente Patrícia Amorim pediu ajuda para os atletas treinarem porque os aparelhos foram comprometidos.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com